SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Governo anuncia extensão de algumas medidas de protecção às empresas devido à pandemia 17 Mar�o 2021

O primeiro-ministro disse hoje, no Mindelo, que o Governo vai estender algumas medidas de protecção das empresas, nomeadamente o lay-off, moratórias e as linhas de crédito covid-19, para o País “ir saindo desta fase mais difícil”.

São Vicente: Governo anuncia extensão de algumas medidas de protecção às empresas devido à pandemia

Abordado pela imprensa, em São Vicente, no final de uma visita a instituições e associações que cuidam de crianças e adolescentes na ilha, sobre as solicitações das duas câmaras de comércio do País devido à pandemia, Ulisses Correia e Silva reconheceu, segundo a Inforpress, que há um conjunto de empresas que se encontram em situação “muito mais difícil”, porque são aquelas que trabalham no sector turístico.

“Vão necessitar de alguma proteção adicional e nós temos uma porta aberta sempre para fazer boas conversas com os nossos parceiros da concertação social, não só o empresariado e o patronato, mas também os sindicatos”, concretizou o chefe do Governo.

Aliás segundo escreve a Inforpress, o primeiro-ministro concordou que é em concertação que se conseguirá atingir “os melhores objectivos” e resolver “de facto a mitigação dos problemas” que o País tem e que “são graves a nível mundial e toca Cabo Verde”.

Ulisses Correia e Silva foi ainda questionado sobre o comunicado emitido hoje pela Associação das Agências de Viagens sobre a suspensão dos voos, a partir de 01 de Abril, pela empresa Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) e avançou ter conhecimento de um diferendo entre os TICV e a Agência da Aviação Civil (AAC), a reguladora do sector, cita a Inforpress.

“O Governo está a intermediar neste processo para que se resolva rapidamente este problema entre a reguladora e a companhia de aviação e pensamos que nos próximos dias estará resolvido”, concretizou Correia e Silva.

A mesma fonte disse tratar-se de um diferendo que se relaciona com a aplicação de normas e de regras, que a empresa entende não dever ser da forma como está a ser aplicada e a reguladora entende de forma diferente.

“O Governo está a intermediar, sem interferir nas competências da reguladora, para se poder encontrar uma solução que normalize a situação, ou seja, o Governo aqui facilita o diálogo, o entendimento a procura de soluções”, assegurou o chefe do governo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project