REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Morre o Combatente da Liberdade da Pátria José «Djó» Corsino 26 Abril 2020

Cabo Verde perdeu mais um Combatente da Liberdade da Pátria. Trata-se do Major na reforma José Anselmo Corsino, que faleceu, no dia da Revolução dos Cravos,25, depois de ter festejado, na véspera, mais um aniversário, na companhia de familiares e amigos, em são Vicente, onde residia há vários anos.

São Vicente: Morre o Combatente da Liberdade da Pátria José «Djó» Corsino

A notícia foi recebida com consternação entre colegas combatentes, militares, familiares e amigos. É que, no dia da sua morte repentina, Djó Corsino, como era popularmente conhecido, tinha prevista, segundo pessoas de suas relações, dar continuidade à sua festa de aniversário.

«Nesta hora de consternação e profunda tristeza, as Forças Armadas de Cabo Verde apresentam à família enlutada as suas mais sentidas condolências pelo desaparecimento físico do Combatente da Liberdade da Pátria e Major na reforma José Anselmo Corsino», lê-se num comunicado na página oficial das Forças Armadas no facebook.

A estrutura do PAICV em Luxemburgo, onde o falecido desenvolveu muitos contatos antes de ter partido para a luta e depois da independência nacional, manifestou também a sua consternação pela morte de José Corsino. «À esposa Celestina Tavares Corsino, aos filhos Djamila Delgado, Aline Delgado, Fábio Delgado e restantes familiares, amigos e conhecidos, as nossas mais sentidas condolências. Perdemos mais um dos nossos amigos e camaradas de luta», referiu a mesma fonte, destacando que «Djó Corsino dedicou a sua juventude à causa da luta da libertação nacional da Guiné e Cabo Verde.

Exemplos de coragem e patriotismo

Natural de Santo Antão, onde nasceu a 24 de Abril de 1941, foi um patriota convito. Como escreveu na sua página de facebook, de 64 a 74 esteve na frente de batalha (ver fotos) de Maki, na Guiné Bissau, juntos com outros saldados das FARP, o braço armado do PAIGC liderado por Amílcar Cabral.

Com a independência Nacional, José Anselmo Corsino regressou a Cabo Verde, tendo, há vários anos, fixado a sua residência em São Vicente, onde se reformou como Major das FA.

Conforme desejam alguns dos colegas, o que se espera é que o seu exemplo de coragem e patriotismo perdure entre nós, sobretudo a nível dos jovens e das gerações vindouras. Paz à sua alma.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project