ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Movimentos cívicos destacam que primeira semana presidencial foi uma importante jornada de exercício do poder descentralizado e disponibilidade do PR em mediar o conflito na Câmara 28 Mar�o 2022

Os três movimentos cívicos de São Vicente (MDSV, Sokols 20017, MCFSR) consideram, em comunicado remetido ao ASemanaonline, que a primeira semana de visita presidencial a São Vicente «foi uma importante jornada de exercício de Poder descentralizado», dando visibilidade e voz aos cidadãos, às instituições e à Cidade do Mindelo, auscultando atentamente todos os problemas colocados. O grupo das três organizações não-governamentais destacou ainda a disponibilidade de José Maria Neves em mediar o conflito existente entre os vereadores da oposição e o presidente da Câmara Municipal.

São Vicente: Movimentos cívicos destacam que primeira semana presidencial foi uma importante jornada de exercício do poder descentralizado e disponibilidade do PR em mediar o conflito na Câmara

«O Movimento para o desenvolvimento de São Vicente- MDSV, Sokols 2017 e Movimento Cívico a Favor do Sossego nas Residências (MCFSR) seguiram, com muita atenção e interesse, a primeira semana da Presidência da República em São Vicente. É com regozijo que constataram que o Presidente cada vez mais se mostra à altura das funções para as quais foi investido. Foi, sem dúvida, uma importante jornada de exercício de Poder descentralizado, uma semana de muita atividade, dando visibilidade e voz aos cidadãos, às instituições e à Cidade do Mindelo, auscultando atentamente todos os problemas colocados», lê-se no comunicado assinado por Maurino Camões Delgado.

Este porta-voz dos três movimentos cívicos de Mindelo faz questão de realçar que José Maria Neves iniciou uma excelente magistratura de influência. «Desse modo, o nosso Presidente da República deu início, de forma inequívoca, a uma excelente magistratura de influência. É uma esperança renovada, porque o País precisa de boas lideranças».

O ativista social acrescentou que o PR patenteou, em boa hora, a sua disponibilidade para mediar o conflito político existente entre os vereadores da oposição e o presidente da Câmara Municipal de São Vicente. «Em boa hora (o PR) patenteou a sua disponibilidade para mediar o conflito de poder entre o Presidente da Câmara Municipal de São Vicente e os Vereadores da UCID e do PAICV. Uma questão de extrema importância porque as consequências do mau funcionamento da Câmara na vida dos munícipes são enormes».

Detendo-se ainda sore este particular, os movimentos sociais referidos informam que apreciaram e enaltecem essa disponibilidade do Senhor Presidente da República. «E os Movimentos consideram que é uma oportunidade ímpar que se oferece aos nove Vereadores, inclusive, o Presidente da Câmara, para fazerem valer a razão democrática e demonstrar a competência e a dedicação à causa que abraçaram que é sem dúvida um privilégio e uma honra de gerir um Município tão importante como o de São Vicente».

Diante de tudo isso, Movimento para Desenvolvimento de São Vicente, Sokols 2017 e Movimento Cívico a Favor do Sossego nas Residências alertam que o «Município não pode continuar a ser gerido da maneira como tem sido até então».

De salientar que estes três movimentos cívicos já promoveram várias manifestações de protestos na cidade do Mindelo contra as políticas do actual governo, em que algumas das quais contaram com a participação de cerca ou à volta de uma dezena de milhares de pessoas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project