ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Organização reduz para menos de metade o número diário de visitantes para a 25ª Edição da FIC na Praia que vai contar com 200 stands 23 Setembro 2021

A Administradora da FIC, S.A, avançou que, este ano a 25ª Edição da Feira Internacional de Cabo Verde vai contar com um total de 200 stands, dos quais uma taxa de 70% está já comprometida neste evento, que será realizado na cidade da Praia, nas instalações da FIC, entre os dias 17 e 20 de novembro próximo. A FIC 2021 estipula que serão aceites 200 pessoas por cada dia da feira, quando nas edições antes da pandemia poderiam receber 600 a 700 visitantes. Entre as inscrições já efetuadas, contam-se participações de outras nacionalidades como a Portugal, China, Espanha, São Tomé e Príncipe e Suíça.

São Vicente: Organização reduz para menos de metade o número diário de visitantes para a 25ª Edição da FIC na Praia que vai contar com 200 stands

A informação foi avançada pela Administradora da FIC, S.A, Angelica Fortes, em conferência de imprensa realizada esta quinta-feira no Mindelo. “A FIC S.A é uma arma do empresariado caboverdiano para a sua expansão e estabelecimento de parcerias comerciais”, sublinha Angelica Fortes que acrescenta que este ano o evento tem como lema “Cabo Verde e as oportunidades em tempos de crise”.

Conforme a mesma fonte, será disponibilizada para esta edição cerca de 200 standes em espaços interiores e exteriores, “dos quais uma taxa de 70%, estão já comprometidos” com a habitual participação de uma importante Delegação Feira Internacional de Lisboa.

Entre as inscrições já efetuadas, enumera, contam-se com participações de outras nacionalidades como a Portugal, China, Espanha, São Tomé e Príncipe e Suíça.

A FIC 2021 vai contar pela primeira vez com a participação de empresários da Suíça - uma multinacional que está ligada a empresa SITA e que já tem uma representação em Cabo Verde, conforme adiantou a conferencista.

Esta responsável considera que este ano a FIC é uma edição especial, devido ao contexto em que se vive no país com pandemia de covid-19 e com isso, frisa, vai haver um controle restrito de circulação de pessoas na feira. Mesmo assim garante que “vai ter sucesso com gosto diferente, tendo em conta os desafios que estão inerentes à organização desta edição”.

“Antes da pandemia era aceite a entrada de 600 ou 700 pessoas diário nas edições, mas para este ano nós estipulamos receber 200 pessoas em cada dia da feira”, lamenta.

A mesma fonte sublinha um conjunto de requisitos que os expositores e visitantes deverão respeitar, nomeadamente a apresentação do certificado de vacina ou teste de covid-19 para entrarem no recinto feiral e sempre com o uso obrigatório de máscaras.

“Achamos pertinente referir que as medidas sanitárias exigidas vão ser estritamente observadas, o que nos poderá a atitudes menos simpáticas para com os expositores e visitantes, sendo certo que todas as medidas como objetivo suprema a segurança sanitária das pessoas”, informa.

Neste momento, já estão inscritas 60 empresas, mas o processo ainda continua aberto e algumas empresas estão ainda por conformar a presença. “As inscrições de empresas estavam programadas para terminarem no dia 8 de outubro, mas foi adiada para o dia 29 do mesmo mês”, acrescenta.

Em relação às novas instalações da FIC para a edição de 2022, Angelica diz que, farão de tudo junto ao governo para que está questão seja resolvida. “Esperemos que a 25ª edição da Feira Internacional seja em São Vicente», desejou.

Uma das principais dificuldades dos expositores, indica, está ligada, por exemplo, a uma empresa brasileira que por problemas relacionadas a voos, logo continua sendo uma incógnita a sua participação na FIC 2021.

AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project