SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Workshop debate “inclusão absoluta” dos alunos com necessidades educativas especiais nas universidades 01 Dezembro 2022

Responsáveis e directores de escolas, estagiários, psicólogos dos gabinetes de apoio e responsáveis de universidades sediadas em São Vicente debatem hoje os “caminhos práticos” rumo à “inclusão absoluta” dos alunos com necessidades educativas especiais nas universidades.

São Vicente: Workshop debate “inclusão absoluta” dos alunos com necessidades educativas especiais nas universidades

Este foi o desafio lançado pelo delegado do Ministério da Educação, Jorge da Luz, na abertura, na manhã de hoje, no Mindelo, do evento, intitulado “A chegada dos alunos com necessidades educativas especiais ao Ensino Superior”, e que se enquadra nas celebrações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que se comemora no domingo, 04.

O delegado considerou, na ocasião, que este é o momento para se reflectir e lançar “novas perspectivas e enquadrar todos” nesta caminhada em direcção à “inclusão absoluta” dos alunos com necessidades educativas especiais nas universidades, mas com demonstração de “caminhos práticos”.

Aliás, concretizou a mesma fonte, o objectivo do workshop é a busca de uma “melhor compreensão” dos assuntos concernentes às pessoas com deficiência, ou seja, que todo o ser humano tem direito à dignidade e ao bem-estar.

“Estamos a promover este workshop para consciencializar cada vez mais as pessoas para a integração e a inclusão daquelas com deficiência para que possam beneficiar de todos os aspectos da vida humana, sejam elas políticas, sociais, económicas e culturais”, concretizou Jorge da Luz.

O delegado do Ministério da Educação elogiou, por outro lado, a Equipa Multidisciplinar de Apoio a Educação Inclusiva (EMAEI) pelo trabalho “muito forte” que está a desenvolver, sendo o workshop, assinalou, uma consequência desse trabalho e “empenhado”.

A ideia, continuou, é desenvolver “cada vez mais” relações humanas sustentáveis, um desafio a nível mundial, pelo que, a nível local, referiu, está-se a “fazer de tudo” para que todas as pessoas com deficiência estejam incluídas nas actividades da realidade humana.

Da parte do coordenador do EMAEI, Jeremias Fernandes, ficou o compromisso de continuar o trabalho de sensibilização da população em geral sobre a importância de valorizar as pessoas com deficiência e de mobilizar parceiros e colaboradores para uma “melhor inclusão” dessa camada da população cabo-verdiana.

Ao longo do dia estarão em debate dois temas, o primeiro dos quais o perfil de entrada/autonomia dos alunos com necessidades educativas especiais no Ensino Superior, e o segundo abordará a avaliação desses mesmos alunos nas universidades, ambos proferidos por duas psicólogas.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project