Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Candidaturas querem manter as mesmas estratégias para última semana de campanha, Carlos Veiga agenda próximos comícios 09 Outubro 2021

Já vamos a meio do percurso, algumas candidaturas, nomeadamente Joaquim Monteiro, Fernando Delgado, Gilson Alves, Casimiro de Pina, descartam, desde o início, a possibilidades de qualquer atividade que possam ajuntar um número elevado de pessoas, respeitando assim as regras impostas pelas autoridades sanitárias. Esses candidatos afirmam continuar a estar mais próximos das pessoas, a partir dos contatos porta-a-porta. Os comícios têm sido os momentos em que o eleitorado tem aproveitado para deixar apoio aos seus candidatos - realizados somente pelas candidaturas de José Maria Neves e Carlos Veiga.

São Vicente: Candidaturas querem manter as mesmas estratégias para  última  semana de campanha, Carlos Veiga agenda próximos comícios

Eva Marques, a mandatária da candidatura de Carlos Veiga no Mindelo, disse que o balanço da 1ª primeira semana da campanha é “extremamente positivo”, com uma abertura por parte da população em ouvir as propostas de CV.

Marques aponta que os eventos de campanha têm tido um “sucesso extraordinário”, e tem atraído uma boa parte da população sanvicentina, o que reforça a ideia de continuarem com as mesmas atividades de campanha pelas diversas localidades.

Nesta sexta-feira, a partir das 19h, Monte Sossego recebeu um outro comício realizado pela candidatura de Carlos Veiga em São Vicente. Este evento contou ainda com a atuação musical de Constantino Cardoso e Banda, Banda Nova Ideia e Kiddye Bonz. Ainda antes do término da campanha estão previstos mais dois comícios, um em Bela Vista e outro na Rua de Lisboa.

Para a última semana, a candidatura de Fernando Delgado quer reforçar seus contatos com a população de São Vicente, deslocando-se às localidades mais distantes, que ainda não receberam visitas do candidato. O mandatário José Delgado descarta a possibilidade de realização de qualquer evento que provoca aglomeração de pessoas.

“As pessoas lhe têm encorajado principalmente por ser o primeiro jovem a candidatar, pela primeira vez no país, à Presidência da República”, salienta Domingos que, durante esta sexta-feira, visitaram Alto Bomba, Monte Sossego e o bairro de Iraque.

As pessoas têm demostrado uma certa sensibilidade e estão de acordo com a filosofia do candidato, conforme avança Lídio Silva, mandatário da candidatura de Hélio Sanches - previlegiaram caminhadas e tranmissão da mensagem com carros de som.

«Nesta ultima semana as atividades do candidato não vão ser alteradas. Vamos continuar apostando numa campanha cívica, porta-a-porta e que defende a saúde pública”, frisa Silva, relembrando que a candidatura tem primado pela não realização de comícios.

Monte sossego, Ribeira de Vinha, Chã de marinha foram os alvos, esta sexta-feira, da candidatura, que agendou para este sábado mais contatos em Monte Sossego, Alto São Nicolau e no centro da cidade.

“Tem havido uma boa interação do candidato Joaquim Monteiro com o eleitorado. Nós estamos convencidos de que esta candidatura está numa perspetiva exponencial em termos de galvanização do eleitorado. O candidato visitou várias zonas e instituições”, a avaliação foi feita pelo mandatário Domingos Lopes da candidatura de Monteiro.

Lopes indica que estratégias iniciais vão continuar a manter-se, sem nenhuma previsão para a realização de comícios, até ao último dia de campanha, tal como está sendo feito na ilha de Santo Antão. Esta sexta-feira, o eleitorado de Joaquim Monteiro promoveu ações na zona portuária, no bairro da Santa Filomena, Expia e em Ribeirinha.

Já concorrente às eleições presidenciais Gilson Alves afirmou estar com a esperança num “bom resultado” nas eleições, até porque a sua mensagem “está a chegar a jovens e velhos”, que o tem encorajado.

Ele faz um balanço “muito positivo” a nível político, especialmente nas ilhas de São Vicente e Santo Antão, onde tem tido um `feedback´ “muito bom”. Esta sexta-feira foi a vez de Santiago, num périplo de três dias que o conduzirá a quatro ilhas.

Casimiro de Pina, o também candidato as presidencial às eleições de 17 deste mês, apontou a política externa como uma das áreas de “competências tradicionais” e mais “importante” do Presidente da República.

Em declarações à imprensa, Casimiro afirmou ainda que, a partir de 17 de outubro, contando com o voto de confiança de todos os cabo-verdianos, será o representante máximo da República de Cabo Verde, pelo que dará o seu máximo para que o País tenha uma boa política externa.

Entretanto, o balanço da campanha com a candidatura de José Maria Neves em São Vicente será feito na próxima edição deste jornal, que teve dificuldades em entrar em contato com os responsáveis locais.

AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project