Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

São Vicente: Representantes das candidaturas auscultam o eleitorado que expõe as suas preocupações, e prometem que o vencedor das presidenciais seja os “ouvidos” do povo 02 Outubro 2021

Durante a campanha as equipas das candidaturas têm percorridos varias localidades da ilha de São Vicente, com o intuito de levar a mensagem dos candidatos. Nesses percursos, os diretores de campanha e elementos têm deparado com uma série de preocupações da população, principalmente neste contexto de pandemia, e as mensagens têm sido um trunfo para gerar confiança no seio do eleitorado.

São Vicente: Representantes das candidaturas auscultam o eleitorado que expõe as suas preocupações, e prometem que o vencedor das presidenciais seja os “ouvidos” do povo

Quem ainda se encontra na ilha de Santo Antão e que regressa no dia 4 a São Vicente para contatos com a população é o candidato Gilson Alves, conforme avançou o mandatário José Paris.

No entanto, em declarações a imprensa, o candidato a Presidente da República Gilson Alves fez este sábado duras críticas ao sistema de transporte marítimo inter-ilhas, que considerou estar a “prejudicar” a campanha e impedindo os candidatos de percorrer todas as ilhas do País, problema esse que também é partilhado por outras candidaturas.

A Diretora de campanha do candidato Hélio Sanches em São Vicente, Dilma Lopes, disse, por sua vez, que durante as visitas em várias localidades depararam-se com alguns problemas de pessoas a “reclamarem do abandono na questão de habitação que muitas vezes são precárias”.

Com o slogan “Para novos tempos, novos líderes”, a candidatura de Hélio Sanches tem vindo a “pedir um voto de confiança no dia 17”, já que “o candidato apresenta muitas ideias”.

Hoje a equipa de Hélio Sanches visitou Monte, Djesal, Campin e Monte Sossego. Amanhã sáo as localidades de Bela vista, Pedreira e Pedra Rolada que vão receber as mensagens do candidato.

Já o diretor de campanha José Delgado, avançou que o candidato Fernando Rocha já se encontra em Santo Antão, após visitas efetuadas ontem às zonas de Cruz João Évora, Ribeirinha e Bela Vista, em São Vicente.

As principais reclamações, indica este diretor, “são o desemprego, falta de recursos no âmbito dessa pandemia”. “Notamos também que muitas pessoas estão a contestar, por exemplo, o facto de alguns candidatos estarem a esbanjar dinheiro, distribuindo meios de propaganda”, alerta José Delgado, sugerindo que estes gastos deveriam ser substituídos por distribuição de máscaras ás famílias.

No tocante à equipa de Carlos veiga em São Vicente, a mandatária Eva Marcos, que tem estado no terreno, disse ao Asemanaonline que por estarmos numa situação de pandemia, naturalmente “não está sendo fácil para ninguém e compreendemos isso perfeitamente”.

“Com isso, explicamos sempre que há separação de poderes, pois o presidencial não é o executivo. Mas é claro que Carlos Veiga vai ser o ouvido e megafone a favor do povo”, esclarece Eva Marcos, que diz acreditar que este candidato vai estar perto das pessoas para auscultar os problemas e sensibilizar a governação neste sentido.

Durante este sábado elemtnos da mesma candidatura visitaram as comunidades de Espia, Cruz João Évora, Fonte Inês, e amanhã, domingo, será a vez de Ribeirinha os receber em contactos porta a porta, finaliza com um pequeno Comício.

Este jronal não conseguiu chegar à conversa com elementos da candidatura de José Maria Neves, mas sabe-se que este candidato presidencial, que esteve em Comício na cidade do Porto Novo, na sexta-feira, 01, garantiu que se for eleito Presidente da República vai trabalhar em parceria com o Governo central e local para que a ilha de Santo Antão continue a crescer e se desenvolver. Durante o comício, José Maria Neves apontou as diversas obras realizadas quando era chefe do executivo, que na sua perspetiva catapultou a ilha para o caminho do desenvolvimento.

Também em declarações à imprensa, o candidato Joaquim Jaime Monteiro prometeu, sexta-feira, uma presidência aberta e junto do cabo-verdianos, por considerar que o “povo é quem governa”.

A promessa foi feita depois contatos com a população de São Pedro, onde prometeu, caso seja eleito, transformar esta zona piscatória numa “pequena cidade” com um presidente de câmara independente do Mindelo.

Até ao fecho desta edição este jornal não conseguiu chegar à conversa com elementos da candidatura de Casimiro de Pina, apos várias tentativas neste sentido.
AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project