SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Saúde mental e suicídio: Artista Djam Neguin promove Setembro Amarelo para prevenção e combate da doença 28 Setembro 2020

O artista Djam Neguin, em parceria com o seu colega Batchart, está a promover o projeto “ SÊ KEL K BO Ê”, no âmbito da campanha de prevenção ao suicídio e cuidado da saúde mental, que se realiza neste mês de Setembro, na Praia.

Saúde mental e suicídio: Artista Djam Neguin promove Setembro Amarelo para prevenção e combate da doença

Em etrevista ao Asemanaonline, o refeirdo artista avança que o projeto é uma intervenção artística, ou seja, uma música que fala sobre a aceitação do próprio ego das pessoas, uma vez que, através deste meio, a divulgação da mensagem atinge um número mais expressivo de pessoas e em diferentes lugares do mundo.

“É muito mais fácil fazer chegar as mensagens às pessoas através da arte, principalmente a música, sobretudo aos jovens que não têm a paciência com certos tipos de conteúdos. Acreditando na força da arte e na nossa capacidade artística, decidimos investir na música como principal arma de combate na questão da prevenção do suicídio”, afirmou Djam Neguim que estve na Redaçao deste jornal em Plamarejo.

Diante da atual situação da pandemia do novo coronavírus, questiona-se que muitas pessoas enfrentam graves problemas, nomeadamente o medo de se contagiar, a perda de empregos e algumas restrições sanitárias no aproveitamento do tempo livre para diversão. E não se pode descartar, segundo especialistas da area, que esta situação pode levar à depressão e consequentemente a um pensamento de suicídio. Por isso, o entrevistado deste jornal defende que o importante «é trabalhar na prevenção e não deixar tudo para aquando acontecer um caso extremo e concreto”.

Para entendidos na matéria, os problemas de saúde mental tem como principal causa a não-aceitação do seu “próprio eu” devido ao sentimento de necessidade em preencher as exigências da sociedade e aos ensinamentos adquiridos nas famílias. Detendo-se sobre este particular, Djam Neguim considera que a maioria das pessoas afetadas com este problema são os homens. Isto, segundo ele, porque a sociedade cabo-verdiana é muito machista e ensina desde muito cedo que os rapazes são os mais fortes e não devem ter o sentimento de fraqueza e nem falar das suas emoções.

“ O suicídio começa a partir do momento em que se perde a vontade de viver e a principal causa deste fato é a perda da própria identidade pessoal”. Por isso, Djam Neguim anuncia que o projeto em causa visa levar a diferentes zonas da cidade da Praia e não só temas relacionados com a saúde mental e o suicídio para análise e reflexão coletiva e educativa.

Conforme a mesma fonte, o projeto inclui três principais programas. Um voltado à criação de conteúdos para as redes sociais da própria página, um outro em parceria com a comunicação social com o objetivo de atingir o máximo de pessoas possível e o último que é mais tímido e mais reservado, pois é sair no terreno e falar com as pessoas, o que é mais difícil devido a nossa atual situação.

Segundo conclui Djam Neguin, os principais parceiros deste projeto são a Cruz Vermelha, o Gabinete da Presidência da República, o Instituto da Saúde Pública, o Ministério da Família e da Inclusão Social e a Garantia Seguros.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project