ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Secretário-geral da CCS: Cabo Verde só consegue combater desemprego se vencer batalha da densificação e robustecimento do sector privado 11 Abril 2018

O secretário-geral da Câmara de Comércio do Sotavento (CCS), José Luís Neves, disse hoje, 10, na Cidade da Praia, que Cabo Verde só consegue combater o desemprego se vencer a batalha da “densificação e robustecimento” do sector privado.

Secretário-geral da CCS: Cabo Verde só consegue combater desemprego se vencer batalha da densificação e robustecimento do sector  privado

“Já lá vão os tempos em que o Estado tinha capacidade de absorver. Hoje em dia com demanda e a pressão forte que temos no mercado de trabalho, rapidamente temos que vencer a batalha da densificação do tecido empresarial para que possamos debelar a questão do desemprego”, sublinhou, conforme a Inforpress, o economista no acto de socialização do Plano Nacional do Emprego com o sector privado.

Segundo José Luís Neves, é preciso fazer a análise e “estudar muito bem” o tecido empresarial em Cabo Verde e ver que políticas para o desenvolvimento do sector privado.

“É preciso ver que sector privado podemos potenciar e desenvolver em Cabo Verde para que possa traduzir na criação de emprego”, salientou o SG da Câmara de Comércio de Sotavento durante a sua intervenção.

Este responsável disse também que Cabo Verde tem de “reflectir seriamente” sobre o sistema do ensino secundário, já que, sustentou, os liceus não oferecem aos jovens as competências necessárias que o mercado de trabalho exige.

“Quando ficam pelo caminho não fazem nenhuma outra formação, não estão habilitados para serem competitivos no mercado de trabalho. Há um grande desafio para o sistema de ensino e sobretudo na área da formação profissional no país”, frisou.

A fazer fé na mesma fonte, milhares de jovens devem ser capturados e inseridos no sistema de formação profissional e capacitados para poderem aumentar a sua empregabilidade no mercado de trabalho, sugeriu o economista, na ocasião.

“Este plano é extremamente importante e oportuno, tendo em conta o desafio da questão do emprego e desemprego em Cabo Verde”, sintetizou.

A socialização do Plano Nacional do Emprego é, segundo ele, oportuna, atendendo a importância do sector empresarial no vencimento dos desafios do combate ao desemprego em Cabo Verde.

“Não dúvidas de que a criação do emprego é um dos maiores desafios da economia em Cabo Verde. A oferta e a procura de trabalho é um dos maiores desequilíbrios que temos na nossa economia”, afirmou José Luís Neves citado pela Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project