ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Segundo avião da BestFly já se encontra em Cabo Verde e a operar 06 Fevereiro 2022

O segundo avião da companhia aérea angolana BestFly, já se encontra em Cabo Verde, desde a última sexta-feira, e efectuou hoje os primeiros voos, confirmou à Inforpress, o director-geral da empresa, Américo Borges.

Segundo avião da BestFly já se encontra em Cabo Verde e a operar

Em declarações à Agência de Notícias, explicou, que a nova aeronave ATR72-600 com capacidade para transportar 72 passageiros já dispõe de autorização para operar em Cabo Verde e irá realizar todos os voos agendados para este domingo.

“Agora com dois aviões já temos uma frota e para já vai fazer os mesmos voos que os outros faziam, dividir os voos, será cumprido o programa que temos neste momento e depois conforme for a demanda e com a capacidade vamos ao encontro dos pedidos”, apontou.

Assegurou com esta nova aeronave vão tentar cobrir o plano de exploração comercial inter-ilhas, e acrescentou que neste momento a companhia esta a negociar para adquirir mais dois “Twin Otter”, ou seja aviões de 19 lugares para aumentar essa capacidade.

“Aí sim teremos rotas para os destinos com menos frequências como o Maio e Fogo e aumentar frequências semanais sendo que temos muita procura”, referiu.

Américo Borges adiantou que com o mesmo serviço de ligação inter-ilhas a companhia vai oferecer mais frequências com menor capacidade, dai os custos serão menores e sem grandes perdas.

Por outro lado, disse ainda que um dos “Twin Otter” poderá ser convertido em avião cargueiro e também para efectuar evacuações medicas, permitindo assim a companhia melhor a sua oferta uma vez que quando fazem evacuações tem de desviar o avião para outro destino.

Por outro lado, a companhia vai ajudar e colaborar com os Correios de Cabo Verde com o serviço de recolha de produtos adquiridos online.

A BestFly Cabo Verde realizou o primeiro voo a 17 de Maio de 2021 ligando Praia e São Vicente, depois do Governo de Cabo Verde ter anunciado que concessionou a exploração do serviço público de transporte regular aéreo interilhas à empresa BestFly Cabo Verde, por um período de seis meses.

A decisão foi tomada “na sequência da manifesta decisão” da Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV, do grupo espanhol Binter), “de cessar as suas operações, a partir de 17 de Maio”, sendo este “o único operador aéreo que garante os voos domésticos e perante a imperiosa necessidade de garantir os voos internos e assim o direito constitucional de mobilidade dos cabo-verdianos.

O grupo BestFly resulta de uma empresa de origem familiar criada em Angola e opera ainda em geografias como Dubai, República do Congo ou Portugal. A Semana Informação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project