SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Seis profissionais da saúde receberam hoje a primeira dose da vacina contra covid-19 18 Mar�o 2021

Seis profissionais da saúde, incluindo a delegada de Saúde da Praia, receberam, hoje, a primeira dose de vacina contra a covid-19.

Seis profissionais da saúde receberam hoje a primeira dose da vacina contra covid-19

Conforme escreve Inforpress, o acto que teve lugar no Centro de Saúde de Achada Santo António (ASA), arredores da Cidade da Praia, contou com a presença do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que realçou, na altura, tratar-se de um acto “importante” para a saúde dos cabo-verdianos, visto que “vacinas salvam vidas”.

“O facto de termos realizado aqui a primeira vacinação através de participação de profissionais de saúde, que inclui médicos, enfermeiros e auxiliares, todas mulheres, demonstra que estamos a começar bem”, disse.

Ulisses Correia e Silva, avançou ainda, segundo a mesma fonte, que todas as ilhas estão em processo de receber vacinas para serem ministradas sexta-feira, 19, a profissionais de saúde, assim como está designado no Plano Nacional da Vacinação.

O governante que referiu que a vacina ministrada é da Pfizer, disse esperar, nas fases seguintes, poder aumentar o nível de cobertura das vacinações, para que a população cabo-verdiana possa ser imunizada até finais de 2021.

Garantiu que o País vai receber mais vacinas para poder seguir o plano de vacinação, assim como receber informações que possam esclarecer a situação da vacina AstraZeneca, cita Inforpress.

Questionado se os funcionários de cargo público iriam ser vacinados nesta fase, avança a fonte, o chefe do Governo indicou que as prioridades são para os profissionais da saúde, depois os de situação de risco, respeitando assim o plano existente de vacinação.
A enfermeira Helga Fontes, de 63 anos, vacinada hoje, asseverou que vacina é “vida” pelo que, segundo disse, ser a primeira pessoa a receber a vacina de covid-19 foi “uma honra”.

Feito isso, apelou a população cabo-verdiana a aderir a vacinação, sublinhado que todo medicamento tem risco, pelo que vacinar é mais “benéfico”.

Ana Barbosa, enfermeira que trabalhou na linha de frente, primeiro nos centros de saúde e depois nas tendas fazendo testes rápidos e PCR, afirmou estar agora “mais confiante” e preparada para seguir em frente.

Inforpress explica que, na sexta-feira,19, a vacinação contra covid-19 da Pfizer vai acontecer em todo o país com pessoal da saúde e profissionais da linha de frente no combate a covid-19.

O Governo pretende atingir mais de 70% da população com a vacinação contra covid-19 ainda este ano.

O país contabilizou até esta quarta-feira, 480 casos activos, 15.599 casos recuperados, 158 óbitos, cinco mortes por outras causas, oito transferidas, perfazendo um total acumulado de 16.250 casos positivos.

O primeiro caso positivo de covid-19 registou-se no País a 19 de março na ilha de Boa Vista, através de um turista inglês.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project