ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sindicatos de Santiago: A UNTC-CS não está bem e precisa de ser resgatada 30 Abril 2019

A UNTC-CS não está bem e precisa ser resgatada. Foi desta forma como os sindicatos de Santiago filiados na UNTC-CS reagem, hoje,30, em conferência de imprensa, na Praia, em protestos à medida do Secretariado Nacional de afastar o STIF, SISCAP, STAPS (Santiago) e SICOTUR (Sal) de mesma central. Tudo, segundo anunciou a ainda Secretária-geral Joaquina Almeida, por alegado atraso no pagamento de quotas desde 2015.

Sindicatos de Santiago: A UNTC-CS não está bem e precisa de ser resgatada

Respondendo ao apelo da União dos Sindicatos de São Vicente, os dirigentes das organizações referidas alertam que a UNTC-CS tem de sair da situação de crise em que se encontra. «Por isso, lançamos também um APELO a todos os Sindicatos filiados e a todos os membros que integram os diversos órgãos da UNTC-CS, no sentido de tomarem uma posição clara, com vista a retirar a UNTC-CS da situação periclitante em que a mesma se encontra actualmente», lê-se no comunicado remetido ao ASemanaonline.

O documento fundamenta que UNTC-CS não está bem, ilustrando com quadro situações pertinentes. «1º, a alegada SG, hora se apresenta como Sindicalista, hora como empresária, o que é uma vergonha na medida em que são funções incompatíveis e proibida pela lei. 2º, ela não trabalha por conta de outrem. Aliás, duvidamos se está filiada em algum Sindicato e se paga a quota».

O terceiro apecto apontado tem a ver com o facto de a SG ter sido eleita com o apoio de alguns sindicatos e dirigentes sindicais, que hoje já não se revêm nela. «A sua legitimidade para continuar à frente da UNTC-CS não só foi impugnada logo depois do Congresso e que aguarda a sentença do Tribunal, como também está ferida de legalidade, porque neste momento perdeu o apoio dos seus principais apoiantes e dos Sindicatos que suportaram a sua candidatura, pelo que em coerência deveria demitir-se».

Referindo-se ao quarto especto, o comunicado salienta que nos órgãos da UNTC-CS já ninguém sabe quem são os membros, porque ela (SG) tira e põe pessoas ao seu sabor, com apenas o propósito de continuar a manipular.

Lançamento do reto

Quanto à desculpa “esfarrapada”, de que não tem podido reunir o Conselho Nacional da UNT-CS, por falta de recursos financeiros, os dirigentes referidos rebatem que isso não colhe nem corresponde minimamente à verdade. «Basta ver o que ela herdou da anterior direção, em termos financeiros. Mas basta ver, também, as suas frequentes deslocações às ilhas e ao estrangeiro, sempre acompanhada de vários membros da CP. E a pergunta que se impõe é: quem paga as despesas dessas viagens? Mas, já agora, quem paga os salários dos funcionários da Central e dela própria Joaquina Almeida?».

Diante de tudo isso, lançam um reto no sentido de que podem viabilizar financeiramente a reunião extraordinária do órgão máximo da UNT-CS entre os Congressos. «Seja como for, para que não use isso como alibi, os Sindicatos estão na disposição de comparticiparem, nos mesmos moldes em que o faziam nos mandatos anteriores, para poder viabilizar a realização de uma reunião extraordinária do Conselho Nacional».

Inverdade sobre período de quotas em atraso

O comunicado diz também ser falsa a declaração da SG de UNTC-CS de que os quatro sindicatos suspensos da central têm quota em atraso desde 2015. «É falso que o STIF, SISCAP, STAPS e SICOTUR têm quotas em atraso desde 2015. Lembramos que no último congresso da UNTC-CS, realizado em Novembro de 2016, precisamente para favorecer a candidatura da Sra. Joaquina, foram estrategicamente perdoadas e zeradas as quotas em atraso de alguns Sindicatos e por isso, participaram no referido evento, ou seja, o VII Congresso da UNTC-CS para votaram na lista dessa mulher», esclareceu.

Na linha do que disse a União dos Sindicatos de S.Vicente, os quatros sindicatos - três de Santiago e um do Sal - afastados da mesma central fazem questão de clarificar que « o único órgão com competência para ‘apreciar e decidir os pedidos de filiação na UNTC-CS’, é o Conselho Nacional, de acordo com a alínea e) do artigo 31º dos Estatutos».

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project