SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Solmi capacita 80 mães cuidadoras de crianças e jovens com deficiências neurológicas 17 Agosto 2021

Associação de Apoio às Iniciativas de Auto-promoção (Solmi) deu início hoje, na Praia, a uma acção de formação em empreendedorismo e gestão de pequenos negócios, visando capacitar 80 mães cuidadoras de crianças e jovens com deficiências neurológicas.

Solmi capacita 80 mães cuidadoras de crianças e jovens com deficiências neurológicas

O curso, que decorre nos dias 16 e 17 do corrente, está inserido no 4º eixo de intervenção “actividades de empreendedorismo para cuidadores directos” do projecto “Promoção da Inclusão de Crianças e Jovens Portadores de Deficiências Neurológicas”, financiado pela União Europeia e Cooperação Portuguesa, em cerca de 80 mil contos.

Segundo o coordenador local do projecto, Mário Moniz, a formação visa capacitar e apoiar 80 cuidadores directos a adquirirem competências em matéria de gestão de pequenos negócios e a abraçar uma actividade geradora de rendimento em casa que lhes permita trabalhar e terem disponibilidade de tempo para poderem acompanhar os seus filhos.

“Acreditamos que com o aumento de rendimento por parte da família, é mais um passo no processo de inclusão de crianças e jovens”, avançou.

Mário Moniz indicou que o projecto prevê ainda o reforço das acções da Federação Cabo-verdiana de Associações de Pessoas com Deficiência (FECAD) e associações membros que trabalham directamente com jovens e crianças neurológicas, com formações para fisioterapeutas na área de neurologia e reforço da capacidade do centro em termos de equipamentos.

No âmbito deste projecto, assegurou que as associações que trabalham directamente com pessoas com deficiências vão beneficiar de um apoio de cerca de 1.600 contos para o reforço das acções junto de crianças e jovens portadoras desta doença.

Mário Moniz considerou que esta acção de formação vai contribuir ainda mais para promover a integração e inclusão de crianças e jovens com deficiência neurológica.
Iniciado em Setembro de 2020, o projecto que termina em 2023, propõe promover a integração e inclusão de crianças e jovens portadores de deficiências neurológicas definindo quatro eixos de intervenção.

O primeiro eixo é “Accão nacional de sensibilização da sociedade civil”, o segundo “Coerências das políticas públicas e concretização do enquadramento necessário à sustentabilidade dos cuidados”, o terceiro “Actividade de reforço das associações junto das crianças e jovens com deficiências neurológicas, para maior autonomia destes e das famílias” e o quarto “Actividades de empreendedorismo para cuidadores directos”.

O projecto é implementado pela Solmi, em parceria com o Instituto Marquês de Valle Flôr e a Federação Cabo-verdiana de Associações de Pessoas com Deficiência. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project