INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Somália: Bombardeamentos fazem dezenas de vítimas, pelo menos 30 morreram – Alegria foi breve pela 1ª ligação aérea com a Etiópia 10 Novembro 2018

A notícia dos bombardeamentos a um hotel, autocarro escolar e instituição policial — por quatro bombistas-suicidas — com um saldo trágico de dezenas de mortes e feridos em Mogadíscio sobrepôs-se à alegria da notícia do voo ‘histórico’, a definição dada ao primeiro voo que ligou esta manhã de sexta-feira, 9, as capitais dos dois países de costas voltadas durante 40 anos.

Somália: Bombardeamentos fazem dezenas de vítimas, pelo menos 30 morreram – Alegria foi breve pela 1ª ligação aérea com a Etiópia

Os ataques com três carros armadilhados conduzidos por bombistas suicidas atingiram um autocarro escolar, um departamento policial e um hotel no centro da capital somali, Mogadíscio. Segundo um jornalista no local, Mohamed Yaree, que reporta para o KNN no Twitter e é citado pela imprensa internacional de referência, os quatro serão membros do Al-Shabaab, grupo terrorista conotado com o fundamentalismo islâmico.

O atentado acontece no mesmo dia em que tinha sido inaugurado o primeiro voo entre Mogadíscio e Addis Abeba desde a década de 1970.

A eleição em abril deste ano do primeiro-ministro etíope Abiy Ahmed marcou um importante passo para a paz, ao fim de quarenta anos do início da guerra entre os dois países. Desde 1978 tinham sido cortadas as ligações por avião entre a capital somali Mogadíscio e Addis Abeba, a capital da Etiópia e sede da União Africana.

O massacre da população repetiu-se esta manhã de sexta-feira, 9 de novembro, um ano após o trágico ataque que em fins de outubro de 2017, deixou em Mogadíscio mais de 380 mortos. Horas antes deste 9 de novembro, a paz parecia ter uma oportunidade. E agora?

Reunião trinacional

Esta mesma sexta-feira, 9, na cidade etíope de Gondar, reuniram-se o dirigente etíope etíope Abiy Ahmed, o presidente somali Mohamed Abdulahi Farmajo e o o presidente Isaias Afewerki, da Eritreia. Na agenda, a discussão sobre como desenvolver o intercâmbio entre os três países do Corno de África.

Fontes: KNN no Twitter/AP/Reuters/AFP/BBC/ Arquivo A Semana: Mogadíscio, após 2º dos ataques e mais de 380 mortos, 31.10.017

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project