DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sporting de Portugal punido: Multas acima de 40 mil euros, presidente suspenso por 60 dias 09 Julho 2021

Por declarações ’lesivas da honra’ após o Famalicão-Sporting, a Federação Portuguesa de Futebol puniu Frederico Varandas com uma pena de suspensão por 60 dias e multa de 15.300 euros dum total de 41.570 euros. O presidente do Sporting é sancionado pelas críticas à arbitragem de Luís Godinho no Famalicão-Sporting, da nona jornada da Liga portuguesa de futebol.

Sporting de Portugal punido: Multas acima de 40 mil euros, presidente suspenso por 60 dias

O jogo em Famalicão, que terminou com um empate a 2-2, destacou-se pelo golo anulado ao sportinguista Sebastian Coates nos minutos finais da partida. Seguiu-se aquilo que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol - Secção Profissional classificou de "lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa".

Após o jogo, Varandas criticou não só o árbitro, Luís Godinho, mas também o VAR do jogo, afirmando nomeadamente: "O VAR teve influência num momento capital. Este lance final do golo ao Coates, com um dos rivais, Benfica ou FC Porto, nunca seria anulado" e "o que me preocupa é a natureza e a forma como é visto o VAR, curiosamente nos jogos em que perdemos pontos".

O diretor de comunicação do Sporting, Miguel Braga, foi sancionado com 22 dias de suspensão e uma multa de 3.830 euros, e João Mário, então jogador ’leonino’, tem de cumprir um jogo de suspensão, além de pagar 1.530 euros.

Quanto à SAD — sob pressão para vender por causa do resultado negativo no 3.º trimestre do exercício de 2020-21 — é condenada a pagar 20.910 euros.

Fontes: RTP/SIC. Foto: O presidente leonino suspenso por 60 dias.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project