ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Suiça: Salário mínimo de 418.926$ mês 23 Janeiro 2022

O salário mínimo, por mês, no cantão de Genebra é de 4.086 francos suíços (418.926 CVE). A decisão, votada por 58 por cento dos genebrinos, beneficia "30 mil trabalhadores pobres" na cidade, sede de instituições internacionais, marcada pelo vaivém de diplomatas de todo o mundo.

Suiça: Salário mínimo de 418.926$ mês

4.086 CHF é muito ou quanto baste? Antes de responder, é de ponderar que Genebra — enquanto centro mais importante da diplomacia, cooperação internacional — está listada no Top-10 das cidades mais caras, a nível mundial.

A juntar ao elevado custo de vida, várias ONG têm demonstrado que existe pobreza entre os trabalhadores e que atinge níveis incomportáveis. Isto que fez soar o alarme na sociedade genebrina terá despertado consciências no primeiro ano de Covid-19.

A confederação de sindicatos assume-se co-responsável pela "vitória histórica" e refere em entrevista à CNN que dois-terços dos beneficiados com a decisão são mulheres, muitas delas chefes de famílias monoparentais.

Outro sindicalista, do Agrupamento Transfronteiriço Europeu, que representa franceses a trabalhar em Genebra, entrevistado pelo londrino The Guardian disse que a situação da Covid "mostrou que um estrato da população suíça não pode viver em Genebra".

"O salário mínimo é mesmo o mínimo para não cair abaixo da linha de pobreza", argumentou o sindicalista, que se congratula por Genebra ter sido o quarto dos 26 cantões da Confederação Helvética — após Neuchâtel, Jura e Ticino — a votar em referendo pela "decisão justa" de um mínimo de 23 CHF à hora.

Mas o Conselho de Estado do cantão de Genebra opôs-se à medida votada pelos cidadãos, pois alega que "em nada nos beneficia ter o mais alto salário mínimo do mundo".

"Em duas ocasiões, 2011 e 2014, a iniciativa de estabelecer um salário mínimo obrigatório em Genebra foi submetida a referendo. A população rejeitou-a", explicou o responsável do Departamento de Segurança, Trabalho e Saúde. 76% votaram contra em 2011.

A hora de trabalho passa a ser paga com um mínimo de 25 dólares — compare-se com os sete dólares que a primeira economia mundial paga.
— -
Fontes: RTBF/La Depeche.fr/Websites especializados. Fotos (CNN): Em Genebra (com a catedral de S. Pedro, de 850 anos) um café custa 800 CVE, mas ajuda a pagar um salário mais justo. Estados Unidos: reivindicações por um mínimo de 15 dólares por hora de trabalho continuam a cair em orelhas moucas, na primeira economia mundial onde o verde representa os únicos Estados que pagam os 15 USD ou mais.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project