MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Supercentenárias Maria e Sylvia vencem Covid-19 e ’gripe espanhola’ 17 Maio 2020

A americana Sylvia Goldsholl, nascida em 29 de dezembro de 1911, deve ser a pessoa mais idosa a sobreviver ao novo coronavírus nos Estados Unidos. Já a espanhola Maria Branyas, nascida nos EUA em 04.3.1907, bate o recorde de longevidade entre sobreviventes da doença.

Supercentenárias Maria e Sylvia vencem Covid-19 e ’gripe espanhola’

A supercentenária Maria, de 113 anos, vive há vinte anos no lar Santa Maria del Tura em Girona, Catalunha.

Fontes: El País/Le Monde. Foto: Maria Branyas, a decana dos espanhóis, no dia em que completou 113 anos. Tal como Sylvia, sobreviveu à peste espanhola há cem anos e à Covid, neste abril.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project