LEITURA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

T E A T R O - I PARTE 31 Julho 2019

...a Filipa pensando que a Tchunga tivesse visto Diabo, ela sem olhar para Tchunga, dizia: Credo! Credo, figa canhota! Diábu e bruxa tudo pâ Infernu! Pâ kâ bem azaram nha cuscus e nem pê kâ bai foga ninguém, pan kâ fica ku kulpa. A tchunga estava parada a olhar para Filipa.Ela conhecia muito bem temparamento da Filipa, mas, compreedeu que a Filipa estava a esconjurá-la como se ela fosse uma bruxa. Um pouco zangada com a Filipa, ela perguntou-lhe: Maz, kumadre, Nha têne Diábu ku Nha? Nha krê tchoman bruxa? Neste momento, a Filipa tirava de minde um kuskus que caiu. Ela levantou-se como galinha xoka, deu umas três voltas, tira o pano de cintura e põe-no mais bem apertado, como o hábito daquelas mulheres quando se preparavam para guerra: Amarravam um pano bem na cintura que deve dar mais estabilidade ao corpo e apertavam a cabeça com um lenço para que adversária não lhes pegasse nos cabelos e dar-lhes uma sova.

Por: João da Luz ( Greenwich )

 T E A T R O - I PARTE

T E A T R O.

Tchunga chegou à casa da Filipa bastante incitada, quase a gritar: Kumandre Filipa! Kumadre Filipa! N`odja quel Home! E Filipa que não escondia a sua reacão e não aturava chatices quando subia no bindinho o seu matinal cuscus, que quase toda a gente da Achada Grande Frente comprava. Não tanto para o pequeno-almoço, como o chamam os Portugueses, mas sim, para matar jejum. Então, a Filipa pensando que a Tchunga tivesse visto Diabo, ela sem olhar para Tchunga, dizia: Credo! Credo, figa canhota! Diábu e bruxa tudo pâ Infernu! Pâ kâ bem azaram nha cuscus e nem pê kâ bai foga ninguém, pan kâ fica ku kulpa. A tchunga estava parada a olhar para Filipa.

Ela conhecia muito bem temparamento da Filipa, mas, compreedeu que a Filipa estava a esconjurá-la como se ela fosse uma bruxa. Um pouco zangada com a Filipa, ela perguntou-lhe: Maz, kumadre, Nha têne Diábu ku Nha? Nha krê tchoman bruxa? Neste momento, a Filipa tirava de minde um kuskus que caiu. Ela levantou-se como galinha xoka, deu umas três voltas, tira o pano de cintura e põe-no mais bem apertado, como o hábito daquelas mulheres quando se preparavam para guerra: Amarravam um pano bem na cintura que deve dar mais estabilidade ao corpo e apertavam a cabeça com um lenço para que adversária não lhes pegasse nos cabelos e dar-lhes uma sova. A Filipa já tinha a cabeça bem apertada, porque quando faz cuscus, tem sempre cuidado com os cabelos. A Tchunga compreendeu muito bem que a Filipa podia atirar-lhe uma bufetada em qualquer momento. Assim achou que devia alterar o rumo antes de encalhe e possível afundamento. A Tchunga nunca tinha brigado na sua vida; as tempestades que apanhara nas suas rotas da vida, sempre ultrapassou-as com conversa e nunca fisicamente. Então, com a kumadre Filipa que era como galinha xoka, Deus me livre. Neste momento a Tchunga compreendeu que era melhor explicar a Filipa quem era aquele homem, que não era Demónio de inferno, mas sim, da Terra. A Tchunga afastou-se suficiente que uma bufetada de braço esticado não a atingiria, disse: kumadre Filipa! Nha calma nha oube; Diábu é quel divogadu que engana Djon da Luz, tâ contal mintira durante 12 ânus. Ê staba ta papia na televison, tudo alguém fica móda mudo tâ oubil. Mas Filipa não estava para ouvir chatices, perguntou: Ê papia crioul ou purtuguês? A tchunga respondeu: Purtuguês. A Filipa pergunta outra vez: Nha entendê kuzê qui ê flâ? Tchunga respondeu: kumadre! Anhâ dja nha esquecê mâ mim vivê maz de 20 anus na Lisboa? Enton quês meninos tâ bai esuda 5 ou 6 anus na Portugal tâ bem dôtor, ami ku maz de 20, kuzê qui Nha ta Flâ? Filipa chatiada respondeu. kumadre Tchunga! Oge Nha trâ pâ bem azaran! Nha flam Kuzê ki Nha bâ fazê na Lisboa? Nha Bai escola ou Nha bai bende peixe? Djan odja ma Nha kaben ku kabeça pronto. Nha largan da mô.

Aquel vogado que Nha satâ flâ mâ conta Djon da Luz mentira durante 12 anus, Djon da Luz que ê buro. Si quel vogado teneba tanto fama como midjor, si Djon da Luz era sperto, ê tába odja mâ era vogado maz mintrozu qui tudo quês otrus. Tudo alguém sabe queli, sô Nha qui pássa maz de 20 anos tâ studa na pilorinha de peixe ê qui câ sábê. Pâ ser vogado, ês tâ studa pâ conta mintira, pâ toma de um pê dâ otru sem piedade na koraçon. Mais tardeTchunga bastante ofendida com as conversas de cumadre Filipa, disse: Cumadre Filipa, oge djan conchê Nha, maz di qualquer manera nprende muto mais di ki Nha, ki dja passa tudo vida tâ subi cuscus nês bidinhu, de midju que tâ custa um litru um kruzado ( 40 centavos ) e Nha, sem pena na kuraçon, Nha ta bendê um bendinho pâ 2 ston. Nha odjâ pekado qui Nha tâ kumetê: Um litro de midjo custa 40 centavos. Nha sabê kuzê qui ê centavo? A Filipa respondeu malcriadamente: Centavo é Nha ora qui Nha tenê vicio df mundo. Tchunga queria mandar boca a larga escala, mas estava sempre com receio que a Filipa voltasse a violência, Ela não era uma mulher de muito corpo, mas muito ágil como relâmpago que num conflito corporal, ela castigava todas as suas adversárias. Mais tarde ela disse ao Tota que não deu uma sova à Tchunga por serem comadres e seria um pecado mortal muito grave. A Tchunga já sabia que Filipa não sabia o que era centavo; disse: Nha stâ odja? É difícil papia ku Nha. Góci ntâ ensina Nha português, qui ê o qui nprende na Lisboa. Kâ mêstê guera. Nhâ ôbi: Um centavo ê um tiston, dez centavos ê um escudo ou um mil rés, cima djentes antigo tâ flâ. Agora Nha odja mode que Nha tâ pêka: Um litro de midju ê um kruzadu que ê 4 tiston ou 4 centavos. Ku um litru de midju Nha tâ subi 20 bindinho qui Nha tâ bendê pâ 2 ston kada um. Ku 2 bendinho de cuscus, Nha tâ trâ dinhero de midjo, Quel ôtru 18 bendinha Nha tâ bendê, qui ê 18x2 tâ dâ 36 tiston ô 3#60, igual a 3 escudos e sessent centavos de lucro. Maz parcem mâ Nha kâ tâ entendê. A Filipa está aparentemente mais calma com a lição da Tchunga, mas ela respondeu: Sim, amim ê besta; ntâ kotchi midju, ntâ pila midju, ntâ gasta nha lenha. Si Nha pôi tudo queli na conta, nkâ tâ ganha maz que um cruzado. O Tota, marido da Filipa acaba de chegar, Tchunga viu-se livre da Filipa, sai logo, dizendo dentro de si: Deus graças
Continua...

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project