ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

TICV reforça com 20 voos oferta de Dezembro deste ano 18 Dezembro 2020

A Companhia Aérea Cabo-verdiana (TICV) reforçou a programação de Dezembro deste ano, com 20 voos, mas apesar do aumento da procura e da perspectiva mais animadora do contexto local da pandemia de Covid-19, a quebra de passageiros transportados é de 68,5% com a consequente quebra de receitas.

TICV reforça com 20 voos oferta de Dezembro deste ano

A Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) programou inicialmente, para as ligações entre as ilhas do arquipélago, no último mês do ano, um total de 148 voos, o que corresponde a uma oferta de cerca de 10.300 assentos, tendo em conta que de Setembro a Novembro não se transportaram mais de 7.300 passageiros por mês, segundo uma nota enviada a este diário digital.

“No entanto, com o decorrer deste mês, notou-se um considerável aumento da procura e assim, foram adicionados mais 20 voos com capacidade para 1.440 passageiros. Na sua maioria os reforços foram para as ilhas de São Vicente e do Sal. O facto de ainda não haver escalas internacionais na ilha do Sal não justifica que se faça o voo Sal - São Vicente, por falta de procura”, explica o Diretor Geral da TICV, Luís Quinta, em comunicado.

De relembrar que em Dezembro do ano passado, a TICV transportou cerca de 27 mil passageiros, mas a perspectiva para 2020, no mesmo mês, não ultrapassa os 8.500 passageiros, uma quebra de 68,5%, face ao ano anterior.

“Com a respetiva quebra de receitas que isso provoca, problema que se vem a arrastar desde Março do corrente ano. Embora a situação da Covid-19 a nível nacional se encontre mais animadora, a mesma não tem sido acompanhada por correspondente aumento do número de turistas e emigrantes, fazendo com que a Companhia continue a ser fortemente afetada pelos efeitos da pandemia”, admite o Diretor Geral da TICV.

Convém ainda ressaltar que para conter a transmissão da Covid-19, por decisão das autoridades nacionais, as ligações aéreas domésticas em Cabo Verde, asseguradas pela TICV, foram suspensas no final de Março. Só em 15 de Julho começaram a ser retomadas, progressivamente.

Segundo dados da Direcção Nacional de Saúde de Cabo Verde, o arquipélago registou nos últimos 14 dias uma taxa de incidência nacional acumulada de 110 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes.

A procura para o mês de janeiro, segundo as previsões e dados da TICV, ainda parece ser idêntica à de Novembro, que rondou os 7.300 passageiros, contra os 26 mil transportados em Janeiro de 2020, uma quebra de 72%. “Mas, a companhia segue de perto as reservas para identificar necessidades de tirar ou acrescentar voos”, sublinha Luís Quinta.

Sabe-se ainda, através da nota, que a TICV assinalou em Setembro de 2019 um milhão de passageiro transportados em Cabo Verde e assegura as ligações aéreas para sete ilhas do arquipélago com três ATR-72 500, com capacidade para 72 passageiros.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project