INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tanzânia: "Presidente Magufuli está com Covid" dá prisão para ’propaladores de falsidades’ 17 Mar�o 2021

Há várias semanas que corriam rumores, apesar do desmentido público do primeiro-ministro, sobre a "desaparição" do chefe de Estado tanzaniano que não é visto em público desde a última semana de fevereiro. Esta segunda-feira, a BBC noticia que pelo menos uma pessoa — não se sabe se jornalista — "está na cadeia por ter dito publicamente" que John Pombe Magufuli, de 61 anos, "está doente com o coronavírus".

Tanzânia:

"O indivíduo do sexo masculino", não identificado, foi detido por "espalhar falsos relatos sobre a saúde do presidente Magufuli", afirmou esta segunda-feira o Comissário Ramadhani Kingai, da Polícia de Kinondoni, a área onde reside o presidente Maguguli.

"Este é o primeiro, haverá muitos mais que vão ser presos se continuarem a "espalhar falsidades", disse Kingai em conferência de imprensa em Dar-es-Salam.

“O presidente tem muito trabalho e está muito ocupado", disse o primeiro-ministro Hassan Majaliwa, que também negou que Magufuli esteja doente com Covid-19.

Tanzânia livre de Covid?

O presidente tanzaniano tem sido muito criticado internacionalmente como negacionista da Covid. O ano passado em maio declarou o país livre de Covid.

"A Tanzânia venceu o coronavirus", disse há dez meses o presidente, no poder desde 2015. Essa "benção", justificou Muagufuli, foi obtida ao fim de "três dias de oração em todo o país".

A OMS tem apelado por mais transparência, mas há dez meses — em maio a Tanzania registava 509 casos e 21 óbitos — que não tem havido atualização da contagem.

Líder da oposição partilha

O online Businesss Insider de cariz económico-financeiro escreve citando o Daily Nation que é o maior diário do vizinho Quénia: "O líder de um país africano que não aparece em público há duas semanas deu entrada no hospital para a Covid-19 em Nairobi, enquanto o seu governo continua mudo sobre onde ele se encontra" .

Em poucas horas, circulava na capital tanzaniana que o presidente tinha sido levado em segredo para o Quénia e dali tinha sido levado para a Índia, para tratamento.

O Al-Jazeera também tinha noticiado na passada 4ª fª, 10, que o presidente queniano estava "na Índia em tratamento".

Businesss Insider contudo referia na sexta-feira, 12 que não conseguiu confirmar as alegações.

Também o líder da oposição, Tundu Lissu, partilhou no Twitter a versão do Daily Nation, embora esta tenha sido posterior à do Al-Jazeera.

Vice-presidente

A Constituição prevê que a vice-presidente Samia Suluhu Hassan, de 61 anos, possa assumir o cargo até ao fim do mandato de cinco anos, iniciado em 2020.

Nascida em Zanzibar, Suluhu estudou economia em Inglaterra. Trabalhou para as Nações Unidas e assumiu diversos cargos como dirigente antes de ser eleita como a primeira mulher a chegar à vice-presidência do seu país.

Fontes: BBC/ Businesss Insider. Relacionado: Tanzânia: 21 morrem em estádio durante missa pentecostal que prometia cura via unção em petróleo, 04.fev.020. Foto: Presidente Magufuli, eleito para um segundo mandato em 2020.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project