AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tarrafal de São Nicolau: Candidato do MPD garante que pode ganhar com uma clara maioria absoluta 08 Outubro 2020

O candidato à sua sucessão na Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau, pelo MpD, José Freitas Brito, garante que « vai ganhar com uma clara maioria absoluta», podendo, segundo ele, aumentar o número de deputados. Para mais detalhes, leia, a seguir, a entrevista que o Edil cessante concedeu ao Asemanaonline.

Entrevista conduzida por: Artur Brito *

Tarrafal de São Nicolau: Candidato do MPD garante que pode ganhar com uma clara maioria absoluta

Com que motivação concorre a um terceiro mandato à frente da CM do Tarrafal?

O que nos move é a vontade de consolidar todos os projetos em curso, e os que serão iniciados brevemente e que levarão este Município para uma nova etapa de desenvolvimento.

Temos um excelente Programa de Governação, em estreita parceria com o Governo e assente na concretização de um conjunto de projetos e temos ambição para concretizar este desiderato no próximo ciclo político que vai de 2020 a 2024.

Vozes críticas fazem um balanço negativo da sua governação neste último mandato à frente da autarquia. O que diz sobre isto e como avalia o desempenho da sua gestão?

Durante o mandato e agora nesta campanha estamos a sentir o apoio e a satisfação da grande maioria da população. Por isso, vamos ganhar estas eleições.
Não seria de esperar avaliação positiva da oposição, pelo simples fato de termos uma oposição radical, não construtiva e que não reconhece nada que é feito no Concelho, mas os resultados falam claramente por si e a população sabe disto.
O nosso desempenho está espelhado nas ações realizadas. Hoje, muitas famílias moram melhor graças às respostas que a nossa gestão foi capaz de imprimir, no domínio social, sobretudo. Melhoramos várias casas, remodelamos muitos tetos, construímos várias casas de banho e levamos água canalizada e energia a muitas casas em todo o Município.

Hoje é de realçar que todas as localidades do Concelho têm energia elétrica e apenas a localidade de Fragata não tem água canalizada mas o processo está em curso, e a sua conclusão, em breve, é nossa prioridade.

Em parceria com o Governo, melhoramos os acessos, recuperamos muitos caminhos vicinais, aumentamos as zonas verdes e de recreio, construímos vários parques fitness e parques infantis. Apostamos na reabilitação urbana, calcetamentos/arruamentos, no saneamento e na reabilitação de todas as zonas. Vejam, por exemplo, o bairro de Scada ou Alto Fontainhas ou mesmo o largo do Jardim Padre Jesualdo, em Marel Pintôd. Hoje nada tem a ver com o que eram há 4 anos.

Veja, por exemplo, ainda, a localidade de Palhal ou Hortelã. Investimos recursos na melhoria dos acessos, na correção torrencial e não só.

E no primeiro mandato já tínhamos feito trabalho de igual importância em muitos outros bairros e localidades. É um trabalho de continuidade que não pode parar, até porque temos muitas obras em curso no momento.

Ainda de balanço, dizer que apostamos nas atividades geradoras de rendimento, apoiamos mulheres e jovens a dinamizarem os seus pequenos negócios, e no setor das pescas também apoiamos pescadores com equipamentos de segurança, nomeadamente, coletes salva-vidas e GPS, apoiamos as peixeiras com malas térmicas, entre outras medidas. Na agricultura são conhecidos os investimentos feitos pela nossa gestão, na mobilização de água, aumento de área irrigada e criação de novos perímetros agrícolas, com sistema gota-a-gota.

No turismo, é de destacar todo o trabalho feito sobretudo na formação: de guias turísticos, restauração. Somos parceiros do Projeto Caminhar com toda a sinalização dos percursos turísticos de São Nicolau, somos ainda parceiros do Meetup Trekking – Festival de Caminhadas de São Nicolau.

Só não vê e não reconhece as realizações quem não quer e ignora, propositadamente, estas conquistas.

As pessoas, as que realmente beneficiam destas nossas ações sabem o quão importantes elas são.

Vai concorrer com que visão de desenvolvimento para alavancar o concelho do Tarrafal?

Lideramos uma equipa renovada, maioritariamente jovem, com muita presença feminina, representativa de todas as localidades do Concelho, uma equipa com experiência, competência e provas dadas. Com isto dizer que a nossa visão é global, abrangendo as comunidades de Fragata, passando por Ribeira Prata, Praia Branca, Hortelã/Ribeira dos Calhaus, Palhal/Chamiço, Cabeçalinho/Caldeira, os bairros da Cidade e Fontainhas.

Propomos consolidar todos os ganhos conseguidos desde 2012 e reforçar lá onde for necessário a nossa ação enquanto poder ao serviço das pessoas.
Uma das prioridades é a estrada Ribeira Prata/Fragata, para desencravar esta localidade com forte potencial agrícola, pecuária e turística, numa parceria com o Governo. Esta obra irá também beneficiar as zonas de Chã e Barreira, em Ribeira Prata.

Conseguimos desbloquear todo o processo e as obras estão em curso, devendo ficar concluídas no início de 2021. Será um grande ganho para o Concelho que assim terá todas as suas localidades com acesso por estradas, tal como eletricidade, água canalisada, Internet, rede móvel e Televisão Digital.

O turismo é outra forte prioridade. Vamos investir na mobilização de turistas, residentes no País e no estrangeiros e também uma forte aposta nos nossos emigrantes. Propomos o programa Uma casa Um Turista. Vamos apoiar as famílias a terem um quarto com casa de banho, pronto para receber turista que queiram pernoitar nas diversas localidades do interior.

Propomos um programa de requalificação urbana e ambiental que vai beneficiar todas as localidades. Dizer que a nossa aposta no setor visa, essencialmente, a reconfiguração espacial dos territórios para os tornar em Cidades-Vilas-Localidades-Zonas modernas e atrativas, competitivas e realizadas, solidárias e inclusivas, sustentáveis e amigas do ambiente, prósperas, coesas e autónomas, dotadas de todas as acessibilidades e das redes públicas de água, eletricidade, comunicações e saneamento, incluindo as redes de águas residuais e o sistema de recolha e tratamento dos resíduos sólidos urbanos, que visa a qualidade de vida acrescida para as respetivas populações.

Setores como pescas, agricultura, pecuária, juventude, formação, turismo, desportos, saúde, área social continuam a ser nosso forte compromisso. As pessoas nos conhecem e sabem que quando prometemos, cumprimos.

Com tudo isto o Tarrafal tem condições para continuar a seguir em frente.
Falemos da composição da sua equipa, em termos de renovação, competência técnica e de género?

Sou o candidato mais jovem a Presidente de Câmara Municipal do Tarrafal, e mesmo assim o candidato com mais experiência. Tenho uma experiência de 8 anos como Presidente de Câmara.

Nós lideramos uma equipa com a necessária renovação, motivada, maioritariamente jovem, com muita presença feminina, representativa de todas as localidades do Concelho, uma equipa com experiência, competência e provas dadas.

Para a Câmara Municipal, temos 50% de paridade, sendo 5 mulheres e 5 homens.
Para a Assembleia Municipal registamos uma forte renovação e reforçamos a presença de jovens e de mulheres. Aqui, dos 24 Candidatos, 11 são mulheres, portanto, a paridade fica nos 45,8%.

Os candidatos têm formação e experiência nos mais variados domínios. Desde juristas, a politólogos, passando por enfermeiros, área social, gestão e turismo, empresariado, trabalhadores liberais, agricultores, criadores de gado, pedreiros, estudantes, docentes, pescadores, farmacêutico, condutores, enfim, uma representatividade das inúmeras áreas que o Tarrafalenses, regra geral, opera.

Como encara estas eleições, sabendo que, além do candidato do maior partido da oposição, vai ter que enfrentar um grupo de independentes, cujo seu líder fez parte da sua equipa na anterior eleição.

Primeiro uma correção. A pessoa a que se refere não esteve com o MpD no mandato que agora chega ao fim, mas sim no mandato 2012/2016. E não continuou para este mandato, precisamente por falta de resultados da sua parte. Veja como o desempenho da Câmara Municipal na área social melhorou depois da sua saída.
Estas eleições são um processo normal em democracia, tempo para renovar a confiança e avançar para novos desafios.

O MpD tem tido uma liderança clara, em favor das pessoas e do Município, por isso não acreditamos que a escolha será diferente. Ademais, o candidato do PAICV não conhece a realidade do Município e pouca gente o conhece, pois, viveu todo o tempo fora. Somos a única lista credível, de gente comprometida com o Município e com o seu desenvolvimento. Temos programas e projetos para continuar este processo.

É evidente que vamos a eleições e cada um deve fazer as suas análises e escolhas, mas de uma forma global, o MpD tem todas as condições para triunfar nestas eleições, resultado da confiança que o eleitorado tem em nós, pelo trabalho feito.

O GRIDT não tirará eleitores ao MpD?

Todos os dados que dispomos indicam uma expressiva vitória do MpD.
As pessoas do Tarrafal não querem aventuras, não querem ódio nem rebeldia.
As duas candidaturas adversárias são uma só. São primo-irmãos, estão juntas, são uma candidatura do “discordamos” e do contra.

O MpD, porque está com o povo, a favor do Tarrafal e do seu desenvolvimento, vai vencer estas eleições.

Se vencer com a maioria relativa vai coligar com uma das forças ou trabalhará com todas as organizações políticas vencidas?

O MpD vai ganhar com maioria absoluta clara. Podemos até aumentar o número de deputados.

Que mensagem dirige aos eleitores do Tarrafal?

No próximo dia 25, temos a oportunidade de continuar a fazer história e reeleger o MpD para continuar a liderar o Concelho. Não é hora de aventuras, nem de opções demagógicas e desconhecidas.

Vamos às urnas para renovar a confiança e juntos continuarmos a seguir em frente. O Tarrafal não pode parar. O Tarrafal não pode inverter a marcha. Temos conseguido muitas conquistas. É hora de consolidação. É hora de confiança.

Eu e a minha equipa queremos continuar a contar com a confiança de cada um para juntos continuarmos este processo iniciado em 2012.

Nestes tempos difíceis, marcados pela Covid-19, o nosso Tarrafal precisa de uma liderança clarividente, altruísta e comprometida com o desenvolvimento.
No dia 25, dizemos não à demagogia. Não ao retrocesso.

Diremos sim ao desenvolvimento. Sim ao trabalho. Sim à juventude, sim ao Tarrafal.

— -
* Jornalista estagiário, em São Nicolau

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project