MÚSICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tibau Tavares lança no mercado este domingo seu primeiro álbum a solo “Munganga” 19 Agosto 2023

O artista e compositor Tibau Tavares lança este domingo, na plataforma digital Spotify, o seu primeiro álbum a solo intitulado “Munganga”, composto por 12 faixas musicais, um tributo ao continente africano.

Tibau Tavares lança no mercado este domingo seu primeiro álbum a solo “Munganga”

À Inforpress, o músico e compositor maiense explicou que a gravação deste álbum iniciou há cerca de um ano e contou com a participação de uma orquestra austríaca, bem como de dois artistas senegaleses, sendo um na bateria e outro no corá, além de um espanhol, que introduziu a bateria, e um cubano, que tocou trompete.

O lançamento vai acontecer pelas 17:00 de Cabo Verde, segundo Tibau Tavares, para quem é uma forma encontrada para homenagear o continente africano e demonstrar a sua essência e a riqueza musical.

Questionado sobre o significado do título do álbum Tibau Tavares fez saber que “Munganga significa ‘txoro’ num dialeto africano, que foi transportado para o Brasil, e em crioulo de Cabo Verde quer dizer as pessoas para não chorarem, mas sim para viverem a vida, não obstante as dificuldades.

Segundo afiançou o músico, este é trabalho “totalmente novo”, pelo que disse estar convicto de que as pessoas vão apreciar, e quiçá gostar, visto que colocou nele todo o seu amor e conhecimento musical, além de contar com músicos de outro patamar a nível internacional.

Para além de contar com corá, Tibau Tavares introduziu neste álbum também a marimba, um instrumento musical que até então não tinha sido utilizado nas músicas feitas em Cabo Verde.

Neste disco, o músico apresenta composições que também retratam a beleza e realidade da ilha do Maio, com destaque para “Luz do sol”, que fala sobre as aldeias de Calheta e Morrinho, que fazem parte da sua história.

“Coloquei também uma morna denominada Natália, que tem uma harmónica muito diferente (…). Quis introduzir uma ópera europeia dentro da morna para dar ainda mais realce a nossa música, que considero estar a precisar de coisas diferentes e não ser do mesmo”, notou, indicando que neste trabalho deu primazia a música tradicional de Cabo Verde, tanto morna como coladeira.

Até o final do ano, Tibau Tavares pretende dar continuidade a apresentação do álbum em diversos palcos europeus com a realização de shows, porém não descarta a possibilidade de fazer uma apresentação em Cabo Verde, apesar de, segundo disse, não estar na agenda.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Sondagem

    La connexion au serveur mysql a �chou�, v�rifiez que le serveur MySQL fonctionne
    Ver todas as sondagens

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project