INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Justiça do Reino Unido recorrida para extradição de Assange — Sob Presidente Biden "a verdade continua a ser crime" 19 Fevereiro 2021

De Londres ainda não há reação ao recurso, enviado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos na semana passada, para reverter a decisão de não extraditar Assange. O processo do fundador do ’Wikileaks’ é de momento a única sombra sobre a boa imagem internacional do recém-empossado presidente Biden.

Justiça do Reino Unido recorrida para extradição de Assange — Sob Presidente Biden

Sob Presidente Biden "a verdade continua a ser crime", dizem os apoiantes de Assange desiludidos com o facto de os Estados Unidos continuarem a exigir a extradição do fundador do Wikileaks. "Em vez de ser libertado e distinguido como o herói pela democracia, Assange continua preso e sujeito a ser levado os EUA onde arrisca a prisão perpétua".

Entre os que já se posicionaram, perante o recurso enviado de Washington a Londres, estão ativistas de Direitos Humanos, como Peter Tatchell para quem "o governo britânico fará o que os Estados Unidos mandam, como sempre fez".

Se todavia o recurso for rejeitado, deixa de haver base legal para o Reino Unido manter preso Assange, que não tem por que ser julgado", segundi Tatchell.

"Se Washington continuar a pedir a extradição de Assange, isso vai refletir-se na imagem da presidência Biden", afirma o australiano John Pilger, um veterano do jornalismo de investigação.

Fontes: BBC/AP/CNN. Relacionado: Reino Unido: Tribunal recusa extraditar Assange para EUA — "É elevado o risco de suicídio", 04.jan.021; Wikileaks: Arranca julgamento de extradição para EUA onde Assange arrisca pena perpétua ou capital", 25.fev.020. Foto: Apoiantes de Assange continuam firmes a opor-se à sua extradição para os Estados Unidos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project