DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tokyo’21: Jayla Pina em 3º nos 100 m bruços 25 Julho 2021

A atleta Jayla Pina fez a ida e volta na Piscina Olímpica de Tóquio em 1.16.96. Uma marca insuficiente para apurar-se para as meias-finais. Em primeiro ficaram a haitiana EF Grand Pierre, com 1.14.82, e a turcomana D. Semiyonova, com 1.16.37.

Tokyo’21:  Jayla Pina em 3º nos 100 m bruços

Jayla Pina ficou a poucos centésimos de segundos da qualificação para a semifinal dos Jogos de Tokyo, neste terceiro dia de provas. Para qualificar, bastar-lhe-ia ter mantido a sua melhor pontuação, 1.16.00, a melhor do grupo: EF Grand Pierre tinha 1.17.04 e D. Semiyonova 1.16.73.

Depois de realizadas todas as seis rondas escolheu-se, conforme as regras, os 16 melhores tempos realizados em todas as séries.

Modalidade que hoje integra trinta e quatro categorias, 17 masculinas e 17 femininas, que o COI-Comité Olímpico Internacional reconhece, a natação faz parte do programa dos Jogos Olímpicos desde a primeira edição realizada em Atenas, em 1896.

Estilo: bruços

A denominação "bruços" é um dos quatro estilos ou técnicas que integram a natação. O atleta nada de peito voltado para o fundo da piscina e move os braços e pernas em simultâneo. Popularmente é também denominada "nadar à rã".

O estilo bruços em masculino começou a competir na terceira edição, nos Jogos Olímpicos de St. Louis em 1904.

O estilo cem metros bruços na categoria feminina teve a sua estreia em 1924.

Fontes. IOC/Times of Japan/Facebook do COC.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project