ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Top-10 de crises de refugiados estão todas em África — Mundo indiferente 02 Junho 2022

RDC-República Democrática do Congo, Burkina-Faso, Camarões, Sudão-Sul, Chade, Mali, Sudão, Nigéria, Burundi e Etiópia. É a primeira vez desde que há registo que a África figura como o continente mais flagelado pela crise de refugiados, segundo indica um relatório da ong norueguesa NRC-Conselho Norueguês de Refugiados divulgado hoje (4ªfª, 01-6).

Top-10 de crises de refugiados estão todas em África — Mundo indiferente

Na África Ocidental, o Burkina-Faso conta com mais de 1,75 milhão de pessoas deslocadas, em especial no norte flagelado pelos ataques djihadistas. Segue-se, nesta região oeste-africana, a República de Camarões, o 3º da lista.

A RD Congo, com 5,5 milhões de deslocados, lidera pela "sexta vez consecutiva" este indesejável ranking.

"É uma das piores crises humanitárias deste século, mas os que têm o poder para mudar tudo olham para o lado, para não ver os ataques cometidos contra a população civil nas suas comunidades", indica o NRC.

Ajuda direcionada para Ucrânia

Os países e organizações doadores estão a direcionar todos os fundos para a Ucrânia, seja dirigindo-os a esse país seja para os países que acolhem os ucranianos. Tudo isso vai piorar ainda mais a situação em África, alerta o NRC.

Segundo o Le Monde, "a ajuda financeira à Ucrânia atingiu 100% no primeiro dia. São seis mil milhões de euros angariados no dia 5 de maio numa conferência internacional na capital polaca, Varsóvia".

Entretanto no Congo, onde a fome atinge perto de um terço da população, "a ajuda financeira ficou abaixo de metade dos 1,98 mil milhões de dólares necessários: só entrou o montante de 811 milhões USD em 2021".

Fontes: NRC.org/ AfricaNews.com/Le Monde.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project