INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tóquio em "raro alerta" devido a sobrevoo de míssil norte-coreano 04 Outubro 2022

Segundo o governo de Kishida, há mais de cinco anos que o Japão não tinha registado um lançamento de mísseis balísticos norte-coreanos, no que está a ser considerado um "agravamento dramático das tensões" entre os dois países.

Tóquio em

O ministro da Defesa, Yasukazu Hamada, disse que o projétil é "provavelmente um Hwasong-12 IRBM", que voou 4,6 mil quilómetros — a mais longa distância até hoje registada — e depois de sobrevoar durante um minuto a Prefeitura Aomori caiu no oceano a 3,2 mil quilómetros do Japão (trajetória na foto).

O ministro em conferência de imprensa denunciou "as recentes atividades da Coreia do Norte, incluindo o lançamento de mísseis que ameaça a paz e a segurança da região e do globo".

Pyongyang só numa semana lançou um total de oito mísseis, no que é tido como "um ritmo frenético de disparos". A lembrar o "Fogo e Fúria" de 2017 no período das ameaças mútuas Trump-Kim, no âmbito das negociações para desnuclearizar a Coreia do Norte. Sucessivos fracassos na desnuclearização com leste e ocidente intransigentes na sua posição respetiva.

..
Fontes: Japan Times/Reuters/NY Times/... Relacionado: Ásia-Pacífico: Aliança EUA-Japão desafiada por míssil da Coreia do Norte — China denuncia pacto americano-britânico-australiano que "intensifica corrida às armas", 21.set.022. Foto(Reuters): Rua de Tóquio nesta terça-feira. O ecrã gigante mostra o míssil norte-coreano que caiu em território marítimo nipónico depois de sobrevoar a capital, Tóquio.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project