REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Tragédia em Israel: tumulto em evento religioso deixa dezenas de mortos 01 Maio 2021

Pelo menos, 44 pessoas morreram em um tumulto durante um evento religioso no nordeste de Israel. O número foi confirmado pelo Ministério da Saúde, e tudo aconteceu em uma fração de segundo. as pessoas "simplesmente", caíram, pisoteando umas às outras, segundo o jornal The Times of Israel.

Tragédia em Israel: tumulto em evento religioso deixa dezenas de mortos

Conforme a BBC News, o incidente ocorreu no Festival Lag B’Omer, que acontece anualmente, no sopé do Monte Meron. Dezenas de milhares de judeus ortodoxos participaram do festival, no maior evento em Israel desde o início da pandemia do novo coronavírus.

O Primeiro ministro, Benjamin Netanyahu classificou o ocorrido como um "forte desastre" e disse estar orando pelas vítimas. "Pelo menos, 103 pessoas ficaram feridas, sendo 38 em estado crítico", noticia a BBC News.

Relatos iniciais indicaram que uma estrutura do evento desabou, mas funcionários do Magen David Adom (MDA, o serviço nacional de emergência) disseram posteriormente que a tragédia começou com um tumulto. Fontes policiais disseram ao Haaretz que alguns participantes escorregaram em degraus, causando a queda de dezenas de outros. "Tudo aconteceu em uma fração de segundo; as pessoas simplesmente caíram, pisoteando umas às outras. Foi um desastre", disse uma testemunha ao jornal.

Sem espaço para se mover

Ainda de acordo com a BBC News, testemunhas descreveram o pânico quando o tumulto começou a se formar. "Estava lotado e não havia para onde se move e as pessoas começaram a cair no chão" disse um peregrino à BBC".

"De repente, vimos paramédicos correndo, e mais de mil pessoas juntas tentaram descer por um lugar muito pequeno, uma rua muito estreita e elas simplesmente caíram em cima das outras", disse ao repórter do site judeu ortodoxo Behadrei Haredim, um participante da tragédia, citado pela mesma fonte, acrescentando que foi um desastre "terrível" de pessoas que vieram comemorar e que, "infelizmente" foram , "literalmente", esmagadas até a morte.

Peregrinação anual

De salientar que o festival Lag B’Omer é o maior evento realizado em Israel desde o início da pandemia do novo coronavírus, com público de dezenas de milhares de pessoas, apesar de ter levado a preocupações com a disseminação do vírus. conforme escreve a BBC News.

Sabe-se que a cada ano, judeus ortodoxos fazem uma peregrinação ao evento, um festival com fogueiras durante a noite, orações e danças. "Meron abriga o túmulo do Rabino Shimon Bar Yochai, que viveu no século 2, e é um dos pontos sagrados para os judeus", cita a fonte.

De acordo com o jornal Times of Israel, os organizadores estimaram que 100 mil pessoas compareceriam ao evento na noite de quinta-feira, com mais pessoas chegando nesta sexta. "A celebração no ano passado foi restrita por conta do coronavírus, mas o bem sucedido programa de vacinação israelense, um dos mais rápidos do mundo, permitiu suspender muitas das restrições nos meses recentes", cita a nossa fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project