DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Travessia a remo São Vicente-Santo Antão ainda sem patrocínio para premiar atletas- Organização 05 Agosto 2022

A organização da travessia a remo e em prancha São Vicente/Santo Antão disse hoje à Inforpress que a atribuição de prémios para a 6ª edição da prova, que acontece no sábado, mantém-se “incerta por falta de patrocínios”.

Travessia a remo São Vicente-Santo Antão ainda sem patrocínio para premiar atletas- Organização

Esta informação foi avançada à Inforpress por um dos organizadores da travessia a remo São Vicente-Santo Antão (Remex), Aníbal Delgado, criticando “a falta de respeito” das instituições locais e governamentais ligadas ao desporto para com os desportos náuticos.

“No geral, em Cabo Verde fala-se do mar, de que somos 99.9 por cento (%) mar, mas fico muito triste porque quando falamos de desportos náuticos nós não somos reconhecidos. É uma falta de respeito enorme pelos atletas que praticam desportos náuticos. Cabo Verde tinha tudo a ganhar se desse apoio porque temos muitos atletas que poderiam representar o país”, afirmou.

Segundo Aníbal Delgado, até agora, a 6ª edição da prova conta apenas com apoio dos “amantes da praia da Laginha e dos desportos náuticos em São Vicente” e da Câmara Municipal do Porto Novo (Santo Antão) que, explicou, “inscreveu a prova no seu orçamento desde a primeira edição e neste momento prepara-se para receber mais uma edição da competição”.

Mas o responsável disse que continua à espera do feedback às cartas submetidas às instituições públicas responsáveis pela área, em São Vicente, para poder “premiar pelo menos um atleta”.

Para esta 6ª edição da Remex estão inscritos oito atletas que vão fazer a travessia a remo em mar aberto, entre a Praia da Laginha em São Vicente e a praia de Armazém no Porto Novo, em Santo Antão, num percurso de nove milhas náuticas.

Conforme Aníbal Delgado, pela primeira vez, a prova terá uma atleta feminina, o que poderá “abrir as portas” para ter mais participação de mulheres nas próximas competições.

“Este ano, é de louvar porque temos a primeira atleta feminina na prova. Isto quer dizer que o Remex é para todas as idades, e todos os sexos. É uma forma de incentivar, de abrir portas a outras atletas”, prognosticou, indicando que, nesta edição, “o Remex homenageia Txisca, um dinamizador dos desportos náuticos em São Vicente”.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project