ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Troca ping-pong no parlamento: Onde foram parar os 48 mil contos da privatização da TACV? 11 Novembro 2020

Onde foram parar os 48 mil contos da privatização da TACV? - A pergunta, feita insistentemente pelo líder parlamentar do PAICV, exaltou os ânimos na sessão parlamentar de manhã de hoje, em que o ministro do Estado replicou, várias vezes, de que a dívida não existe e que tudo trata—se de boatos lançados pela Oposição.

Troca ping-pong no parlamento: Onde foram parar os 48 mil contos da privatização da TACV?

O debate sobre o processo da privatização da TACV e a consequente situação por que passa a sua sucessora Cabo Verde Airlines, durante o período de questões gerais na Assembleia Nacional, atingiu o seu clímax com uma troca ping-pong longa entre Rui Semedo e Fernando Elísio Neves, com os habituais aplausos por parte das respectivas bancadas.

Ou seja, enquanto o líder parlamentar do PAICV insistiu, perguntando onde foram parar os 48 mil contos da venda da TACV que constam de um documento distribuído pela Mesa da Assembleia Nacional aos Deputados, Fernando Elísio Freire rebateu que tais 48 mil contos não existem – falou até de cadáveres, realçando que são invenções da oposição.

Diante de tudo isto, tudo terminou como dantes: ficou por esclarecer a transparência no processo da privatização da TACV e da situação difícil por que passa a sua sucessora Cabo Verde Airlines, com os sucessivos avais do governo no sentido de tentar viabilizar o seu funcionamento - o último de mais de 100 mil contos viabilizado recentemente pelo Estado é para pagar os mais de 2 meses de salários dos trabalhadores em atraso.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project