INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

EUA: Trump perde na via judicial: Supremo indefere mais apelos para reverter resultados da eleição de 3 de Novembro 13 Dezembro 2020

O indeferimento do Supremo Tribunal ao pedido do Texas para impedir que votem em Biden os grandes eleitores de quatro Estados – os republicanos Geórgia, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin — foi divulgado nas últimas horas da sexta-feira, 11 (já sábado em Cabo Verde).

EUA: Trump perde na via judicial: Supremo indefere mais apelos  para reverter resultados da eleição  de 3 de Novembro

"Não se evidencia a alegação de fraude", sentenciou em texto lacónico o Supremo Tribunal de Justiça, que voltou a rejeitar mais uma tentativa da ala republicana para, através da instância judicial, reverter os resultados da eleição presidencial de há seis semanas.

Desta feita, foi a ação proposta pelo Texas há uma semana para impedir a votação em Biden pelos Estados "republicanos" de Michigan, Pensilvânia, Wisconsin e Geórgia — a última que Trump perdeu (Biden ganha Geórgia e Carolina do Norte é de Trump, 14.nov.020).

A antevista derrota (diante das sondagens inconclusivas) já se desenhava desde agosto. Diante dessa perspetiva, a candidatura de Trump avançou para a estratégia já utilizada em 2020, em que o Supremo decidiu declarara Bush em detrimento do candidato democrata Al-Gore.

A aposta na frente judicial incluiu desde logo a meteórica indicação da magistrada Amy Coney-Barrett para o Supremo (EUA: Republicanos do Senado confirmam Amy Coney Barrett no STJ — Democratas impotentes, 29.out.020; Trump escolhe Amy Coney Barrett para Supremo, 27.set.020; Trump ...— Infeção com origem no ato solene de escolha de Amy Coney Barrett para Supremo, 04.out.020).

Ao fim de três meses buliçosos em todas as frentes, viu-se que a tentativa desesperada do controverso presidente para "segurar" o Supremo também não deu frutos.

O Texas completa o total de seis estados republicanos que recorreram à via judicial, ao longo deste período pós-eleição, para reverter os resultados – Trump 232-Biden 306.

Será que é desta?

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mesmo após a declaração oficial de 7 de novembro que reconhecia a vitória de Joe Biden não se dá por vencido.

Há uma semana (sábado, 5) no seu primeiro comício pós-3 de novembro afirmou em Valdosta, na Geórgia : "Estamos a vencer esta eleição [...] ainda vamos vencê-la". (EUA: Trump insiste "Estamos a ganhar, vamos vencer esta eleição", diz no 1º comício pós-3 de novembro, 06.dez.020).

Será que é desta que Trump vai jogar a toalha?

Fontes: Washington Post/The Hill/ New York Times.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project