POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

UCID exige do Governo revitalização de políticas sociais em São Domingos e Ribeira Grande de Santiago 26 Janeiro 2021

A UCID exige do Governo a revitalização de políticas sociais nos concelhos de São Domingos e Ribeira Grande de Santiago por considerar que esta população está “totalmente abandonada” e sem nenhum incentivo de apoio à formação e emprego, segundo à Inforpress.

UCID exige do Governo revitalização de políticas sociais em São Domingos e Ribeira Grande de Santiago

Em conferência de imprensa realizada esta manhã na Praia, o vice-presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), Francisco Silva, disse que nas “visitas de rotinas” às localidades de Praia Baixo, Milho Branco, Rui Vaz e Loura (São Domingos) e Porto Mosquito, Gouveia e São João Baptista (Ribeira Grande) foi notório este abandono.

“Na Praia Baixo, uma zona piscatória e com grande potencialidade turística e agrícola, as populações dizem-se abandonadas, tanto pelo Governo como a Câmara Municipal, embora afirmem que a actual equipa camarária foi ainda recém-empossada”, referiu Francisco de Pina, que clama igualmente por apoio governamental para que “os jovens com 12º, totalmente desenquadrados, possam continuar os estudos”.

Falta de oportunidade na camada juvenil, justificada por “carência de infra-estruturas desportivas, desemprego, falta de espaço de lazer, foram algumas das reivindicações que a UCID disse ter registado junto dos munícipes, sublinhando que a população adulta reclama de más condições de acessibilidades, “que inibi o comércio local”.

“No ramo da pesca dizem estar sem nenhum apoio ou política voltados para a sua vitalização, tendo em conta que há pessoas com pequenas embarcações, mas nem o Governo, nem a câmara municipal ou instituições de microcréditos lhes apoiam com meios para aquisições de motores, que lhes permitam trabalhar para o sustento das famílias”, referiu Silva.

Exortou o executivo a implementar políticas públicas para ajudar essas famílias de forma a proporcionar mais atenção ao sector das pescas para a criação de emprego e sustento das famílias”, realçando que “neste momento muitos deles se encontram no desemprego e incapazes de sustentar as famílias”.

A partidarização nestas localidades de São Domingos e Ribeira Grande de Santiago foi também criticada pela direcção da UCID nessa sua visita, de fim-de-semana, a estas localidades com o argumento de que os munícipes reclamam que apenas as pessoas ligadas ao partido são privilegiadas em relação às demais.

Francisco Silva admitiu que a visita também teve o propósito da UCID preparar as listas para concorrer às legislativas de 18 de Abril, afirmou que as reivindicações são também extensivas às populações das zonas piscatórias que “queixam inclusive da falta de gelo e de políticas do Governo para apoiar a comunidade”, face à inexistência de casa de pescadores ou arrastadouros.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project