REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

UE dá 3 mil ME para blindar fronteira turco-grega e manter c.4 milhões refugiados sírios na Turquia 25 Junho 2021

A União Europeia oferece mais 3.000 milhões de euros à Turquia para garantir que as fronteiras com a Grécia não deixam passar cerca de quatro milhões de refugiados sírios que se encontram em solo turco. A decisão foi aprovada no segundo dia da cimeira dos Vinte e Sete que teve lugar em Bruxelas esta quinta e sexta-feira, 25.

UE dá 3 mil ME para blindar fronteira turco-grega e manter c.4 milhões refugiados sírios na Turquia

O ponto importante da agenda de trabalhos da reunião do Conselho de Europa, que era o da questão migratória entre a Turquia e a União Europeia, saldou-se pela renovação do acordo migratório de 2016.

Bruxelas vai desembolsar fundos consideráveis ao país-euroasiático que serve de tampão contra a ’invasão’ da UE por refugiados vindos da Síria, Médio Oriente e Ásia Central.

Três mil milhões de euros a desembolsar entre 2022 e 2024.

Há um ano Frontex pela afronta

Em 2 de março de 2020, a Turquia decidiu abrir a fronteira para a Grécia e deixar passar milhares de refugiados, na sua maioria sírios, para a tão desejada rota da Europa. Em reação a União Europeia enviou, para reforçar a segurança do país-membro, a missão Frontex, que é a guarda das fronteiras europeias.

O braço de ferro entre a Turquia e a União Europeia — relativo ao papel de tampão do primeiro para evitar a ’invasão’ da UE por refugiados vindos da Síria, Médio Oriente e Ásia Central — inclinou-se então para o lado de Erdogan que três dias antes tinha anunciado a decisão de deixar partir os refugiados vindos da Síria em direção à Europa.

Fontes: Le Monde/Deutsche Welle. Foto (AFP): Campo de refugiados na Turquia.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project