INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid na Índia agrava-se com Mucormicose — Em extremo, cirurgiões optam por extrair olho infetado 19 Maio 2021

A infeção fúngica designada Mucormicose, ou fungo do olho preto, é um dos efeitos pós-Covid na Índia — o segundo país com mais infeções, 25,4 milhões, e o terceiro com mais óbitos, 282 mil — e tem levado à perda da visão em um em cada dez afetados.

Covid na Índia agrava-se com Mucormicose — Em extremo, cirurgiões optam por extrair olho infetado

Segundo o online Times of India, os cirurgiões têm-se deparado com casos de mucormicose que obrigam à remoção de um ou dos dois órgãos oculares, para salvar a vida do paciente.

A doença origina-se por contacto com os esporos do fungo existente na natureza. Em geral, o contacto faz-se através da epiderme afetada por ferida, queimadura, comichão ou outro tipo de trauma.

Segundo a literatura médica, consultável online, a doença dantes chamada zigomicose e hoje Mucormicose pode afetar o nariz, cérebro, pulmões, pele, sistema gastrointestinal ou todo o organismo.

Enquanto que não tem consequências em pessoas sãs, a Mucormicose pode transformar-se em doença grave e mesmo letal em pacientes imunodeprimidos severos.

Estados Unidos o 2º país, Índia o que mais cresce

A Índia registou em menos de um mês, desde 21 de abril uma aceleração nos casos de infeção que atingiram uma média diária de mais de 300 mil casos. Nos Estados Unidos, com um total de 33,7 milhões os números diários de infeções rondam os 3mil-4mil; o total de óbitos é de 600 mil.

o total global hoje registado é de 164,6 milhões e um aumento diário de 342 mil casos de infeção; os óbitos totalizaram 3,4 milhões.

Fontes: Times of India/Worldometers/The World in our data/....

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project