ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Aumento de perda de poder de compra em Cabo Verde: UNTC-CS indignada com a subida de preços de combustíveis, electricidade e água 31 Mar�o 2019

A União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde-Central Sindical (UNTC-CS) convocou a imprensa, este sábado, 30, para manifesta o seu descontentamento e se posicionar contra a subida de preços de combustíveis, electricidade e água que teve o seu efeito a partir do dia 01 deste mês. A Secretária-geral, Joaquina Almeida, exige que o Governo reponha o poder de compra perdida dos trabalhadores cabo-verdianos (ronda os 10% desde 2011 que foi concedido um aumento geral de salários na função pública) e crie políticas públicas para combater o desemprego juvenil. A sindicalista denuncia ser falsa a afirmação do Governo de que os recursos das famílias cabo-verdianas têm aumentado.

Aumento de perda de poder de compra em Cabo Verde: UNTC-CS indignada com a subida de preços de combustíveis, electricidade e água

Através de uma conferência de imprensa realizada na Cidade da Praia, a Secretária-geral da UNTC-CS, que defende os trabalhadores cabo-verdianos, mostra-se indignada com os aumentos “significativos” de preços dos combustíveis, eletricidade e água, anunciados, recentemente, pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME).

Para Joaquina Almeida, a ARME justifica, no entanto, que esse aumento deve-se à subida “considerável” do preço dos combustíveis ao nível do mercado internacional, acontecida no mês de Fevereiro passado, obrigando assim, a que as autoridades nacionais revissem “em alta” os preços desses bens.

“O Governo tem estado a propalar que os recursos das famílias cabo-verdianas têm aumentado. Nada mais falso. Se o nível do desemprego continua alto e os preços dos produtos de consumo aumentam da forma que tem acontecido, o que leva o Governo a dizer que os recursos das famílias têm aumentado?”, questiona, sublinhando que os factos e números têm confirmado uma queda “sistemática” de poder aquisitivo dos trabalhadores desde longa data.

Viajando para o ano 2011, altura em que se fez o último aumento salarial geral na Função Pública à presente data, Joaquina Almeida aponta que houve uma perda de que ascende os cerca de 10%. “O aumento de 2,2 % concedido em Janeiro último para a Função Pública, (FP), abrangeu apenas uma pequena parte do pessoal do quadro comum, excluindo todos trabalhadores em regime de contrato”, ressalta.

Desespero dos jovens e baixo poder de compra dos trabalhadores

Perante esta inquietação, a líder da UNTC-CS aponta o dedo ao Governo Ulisses Correia e Silva por ter ignorado a sua reivindicação quanto à reposição do poder de compra dos trabalhadores cabo-verdianos. “Mas, mais: as oportunidades para os jovens estão cada vez mais escassas e o desemprego desta camada social é elevadíssimo, ou seja, dos 15 aos 34 anos a taxa atinge os 45,3%; o êxodo rural continua imparável e a frustração e desespero dos jovens por não encontrarem trabalho nos centros urbanos é preocupante, o que obriga a que alguns caiam no mundo da criminalidade e boa parte considera a emigração como solução”, enfatiza.

Refere-se ainda que os resultados saídos de uma sondagem feita pelo Afro barómetro, a 26 deste mês, apontam que 57% dos cabo-verdianos pensam em emigrar e que 53% dos jovens com idade compreendida entre os 18 e os 24 anos, pensam “seriamente” na hipótese de viajar para viver e trabalhar fora do país.

Isso, conforme a Secretária-geral da UNTC-CS, porque as autoridades competentes não vislumbram a resolução do problema do desemprego nesta camada da população. “Esta é a triste realidade que temos e nós, enquanto Central Sindical, não podemos ficar calados, vendo os preços a aumentar e os salários a manterem-se ad aeternum (eternamente). Em nome da paz e estabilidade sociais, exigimos a reposição do poder de compra dos trabalhadores”, exige Joaquina Almeida. Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project