POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ulisses Correia e Silva diz que “boa participação” nas eleições de domingo é sinal de vitalidade democrática dentro do MpD 11 Fevereiro 2020

“A boa participação dos militantes nas eleições do presidente do partido e dos delegados à convenção nacional, no país e na diáspora, é um sinal claro da vitalidade democrática do nosso partido e uma demonstração de confiança para continuarmos a dirigir os destinos deste grande partido, o MpD”, refere uma nota de agradecimento.

Ulisses Correia e Silva diz que “boa participação” nas eleições de domingo é sinal de vitalidade democrática dentro do MpD

Ulisses Correia e Silva foi reeleito para o cargo de presidente do MpD, nas eleições realizadas domingo, 09, com cerca de 99% dos votantes, correspondentes a 54,8% dos militantes inscritos.

“Quero agradecer a compreensão, a dedicação e o empenho que todos os militantes têm demonstrado ao longo destes anos para em conjunto com todos os cabo-verdianos elevarmos Cabo Verde bem alto. Temos um partido mobilizado e unido no propósito de servir Cabo Verde e os cabo-verdianos”, realçou.

Na carta aos militantes Ulisses Correia e Silva que é também primeiro-ministro de Cabo Verde diz que continua tão ou mais entusiasmado por liderar o partido do que em 2013, quando foi eleito pela primeira vez.

“Iniciamos agora um novo ciclo depois de termos conseguido ultrapassar as grandes dificuldades que encontrámos na governação. Juntos conseguimos retirar Cabo Verde da estagnação económica e da falta de esperança que os cabo-verdianos sentiam”, disse apelando a todos que continuem a trabalhar para ultrapassar obstáculos e cumprir o desígnio de transformar Cabo Verde num país ainda mais justo e com mais oportunidades para todos.

O próximo objectivo, indicou, será ganhar as eleições autárquicas e para isso, defende que é necessário exercer uma acção política de proximidade e de resposta concreta aos anseios dos cabo-verdianos.

De acordo com dados provisórios das eleições, no universo de 31 mil inscritos, 18.100 militantes exerceram o seu direito de voto, legitimando assim Ulisses Correia e Silva como líder do MpD, cargo que ocupa desde 2013.

Para os delegados à convenção, no universo de 31 mil inscritos votaram 18.250 militantes mas 17.900 foram considerados votos válidos alcançando assim 98%, de participação.

Com esta votação, segundo o presidente do Gabinete de Apoio ao Processo Eleitoral (GAPE), Mário Fernandes, foram escolhidos a nível nacional 270 delegados e 30 da diáspora. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project