NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Fábula: Uma espécie de Juramento de Hipócrates — a culminar a formação integral do deputado 15 Dezembro 2017

Fábula: Uma espécie de Juramento de Hipócrates  — a culminar a formação integral do deputado

Segundo a publicação, um polícia xingou(?!) um deputado, representante da população do seu município! Uma esquadra inteira ignorou-o e continuou a jogar a bisca. O graduado de serviço chamou-lhe atrevido.

Quem é este deputado? Perfil académico? Perfil moral? Perfil ?

1. Perfil académico

Num país que erradicou o analfabetismo na geração mais nova, o deputado, um jovem, mostra – no texto por ele redigido e que lhe publicaram com todos os ’efes e erres’ – não dominar as regras mais básicas da escrita. Talvez por não dominar as regras mais básicas da propriedade, o deputado ao expor o seu caso também refere como seu o que é de outrem («o seu óculos», sic!).

2. Perfil moral

Apoderou-se de algo que não lhe pertencia – ou como um internauta põe a questão: “Pelo que entendi, o tal deputado roubou os óculos da sobrinha do polícia. Não queria entregar e o policial agiu como manda a lei”.

O desconfiómetro deste deputado não funciona: depois de se apoderar de algo que não lhe pertencia, levando até à intervenção da polícia, ainda tem “moral” para ir queixar-se?! Lembra-nos um gag que anda por aí a circular dum ladrão que vai apresentar queixa após outro ladrão o despojar do produto do roubo. Isso foi no país-irmão da outra margem desta ribeira que é o Atlântico. O que se passa na nossa margem só é mais grave porque o protagonista é um deputado.

O desconfiómetro deste deputado não funciona mesmo: arroga-se o direito de ser tratado como alguém acima dos demais: “ao agente Lizito (…) diz que não sabe com quem está a brincar”. Para bom entendedor, ele esteve a pedir tratamento especial, mesmo se depois ele veio a invocar o direito igual no acesso à justiça.

Juramento Hipócratico, uma espécie de

O perfil do deputado, a ser depurado de todas as espinhas que acompanham a adolescência dum país recente, deve culminar num ato juramental. Algo aproximado ao Juramento Hipocrático, codificado há milénios pelo pai da Medicina (que a libertou das impurezas da mitologia).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project