INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

União Europeia tira licença a 20 empresas brasileiras de carne 20 Abril 2018

A União Europeia voltou, esta quinta-feira, 19, um ano depois do escândalo da “Carne Fraca”, a lançar uma nova proibição sobre a carne bovina e de frango produzida no Brasil. Uma auditoria mostrou que essas vinte empresas “não cumprem os critérios da EU”.

União Europeia tira  licença a 20 empresas brasileiras de carne

“Os Estados-membros votaram por unanimidade a proibição de entrada de carne produzida por 20 empresas brasileiras nos 28 países”, por incumprimento “dos critérios, como detetou uma recente auditoria”, leu a porta-voz do executivo europeu num curto comunicado.

A União Europeia endurece ainda mais a mão, ao suspender a licença de importação a vinte empresas do Brasil. No ano passado, a medida tinha começado por atingir quatro empresas do Brasil dum total de vinte e uma certificadas com o selo de exportador para a EU.

Recorde-se que em março do ano passado a polícia federal descobriu que quatro dos 21 frigoríficos utilizados na conservação de carne ‘made in Brasil’ tinham problemas de funcionamento e que estavam a comercializar a carne deteriorada.

A China, a União Europeia e outros grandes importadores, de imediato cancelaram encomendas e suspenderam compras. Um golpe terrível na economia brasileira, já que “o sector da carne emprega mais de sete milhões de pessoas e representa 15% das exportações brasileiras”, segundo a ABIEC, associação dos produtores de carne.

Brasil rejeita críticas

“Estamos muito surpreendidos com a posição da França”, reagiu o ministro brasileiro da Agricultura, Blairo Maggi, em outubro último ao ser confrontado com novas críticas da França sobre a fiscalização da carne que a União Europeia importa. “Temos feito todos os esforços para cumprir as exigências de fiscalização da EU”. Fonte: Le Monde. Arquivo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project