INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Vacina anti-Covid: OMS quer obter 220 milhões de doses para África 03 Setembro 2020

A OMS-Organização Mundial de Saúde declarou esta quinta-feira, 3, que está a procurar obter para a África 220 milhões de doses da vacina anti-Covid. Essa quantidade destina-se a 20 por cento da população do continente. Cabo Verde, recorde-se, é o 4º país africano em taxa de letalidade.

Vacina anti-Covid: OMS quer obter 220 milhões  de doses para África

Recorde-se que no mês passado o diretor da OMS avisara que, de entre os mais de cem candidatos a vacina, apenas 26 estão em fase de ensaios clínicos.

Segundo a informação constante no site da OMS, os atuais 26 candidatos a vacina estão em fase de ensaios clínicos e têm de completar três etapas para concluir o processo de aprovação.

A vacina russa, Sputnik V, anunciada poucos dias antes do aviso da OMS, não consta dessa lista da autoridade sanitária mundial, porque apenas realizou uma etapa. De acordo com esse critério, a OMS não a inclui no pacote a financiar, lê-se no website do organismo internacional de Saúde.

África tem 4% dos 26 milhões de infetados

A América é o continente mais flagelado devido à pandemia: conta mais de metade dos casos de infeções, c.14 milhões, 282 mil óbitos e 9,4 milhões recuperados.

Segue-se a Ásia com mais de 7,4 milhões de casos, 147.322 óbitos e 5.943.174 recuperados.

O continente europeu conta mais de 3,6 milhões de casos, 208.946 óbitos e 2.111.013 recuperados.

O continente africano conta pouco mais de 1,2 milhão de casos, 30.441 óbitos e 1.013.296 pessoas recuperaram.

Note-se contudo que Cabo Verde é o 4º país africano com a mais elevada taxa de letalidade, 74, enquanto que a África do Sul regista 242, Mayotte 146, Eswatini 81, segundo os dados da OMS.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project