REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Vala comum com 200 corpos encontrada na antiga capital do ISIS na Síria 04 Julho 2019

Uma vala comum com cerca de 200 corpos, incluindo alguns que aparentavam ter sido executados, foi encontrada perto de Raqa, antiga capital do grupo extremista Estado Islâmico (EI) no norte da Síria, segundo denunciaram esta quarta-feira, 03, as autoridades locais e uma ONG.

Vala comum com 200 corpos encontrada na antiga capital do ISIS na Síria

Cinco corpos vestidos com macacões cor de laranja, vestuário que costumava ser usado pelos reféns do autoproclamado EI, foram encontrados entre os cadáveres, conforme o Observatório sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Recorde-se que Raqa foi a primeira grande região controlada pelo Estado Islâmico (EI), e os extremistas quiseram torná-la numa "cidade modelo" do seu califado autoproclamado nos territórios conquistados na Síria e no Iraque. Esta cidade, situada nas margens do rio Eufrates, a 100 quilómetros da fronteira turca, contava com 240 mil habitantes antes do início do conflito na Síria, em 2011. “Em 2013, foi a primeira capital provincial a cair nas mãos dos grupos armados contrários ao regime do presidente Bashar al-Assad”.

Cabeças decapitadas ou corpos crucificados foram expostos com frequência por vários dias, uma forma que o EI encontrou de desencorajar qualquer dissidência. “Quando as milícias curdas conseguiram expulsar o EI da cidade, em 2017, encontraram pelo menos 5.000 corpos em valas comuns ou debaixo do entulho de prédios destruídos”, cita o MN.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project