INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Venezuela: Assembleia tira imunidade a Guaidó ’por usurpação de poder’ 04 Abril 2019

A Assembleia Nacional Constituinte que apoia Nicolás Maduro levantou, esta terça-feira, 2, a imunidade parlamentar a Juan Guaidó. Abre-se assim o caminho das sanções penais por usurpação de poder contra o presidente interino vindo da presidência do parlamento venezuelano para, em 23 de janeiro, ocupar as funções do presidente Maduro reeleito mas cuja tomada de posse em janeiro foi contestada.

Venezuela: Assembleia tira imunidade a Guaidó ’por usurpação de poder’

Juan Guaidó reagiu contra “esta forma de inquisição” que o pode atirar para a prisão e promete não baixar os braços, pois conta "com a força do povo".

Estas palavras de Guaidó foram proferidas de novo na terça-feira depois de, na quinta-feira, a mesma Assembleia — eleita em 2017 — o ter destituido e declarado inelegível. "Ridícula" destituição foi como reagiram Guaidó e o seu principal apoiante, o presidente Trump.

A votação na Assembleia Constituinte, favorável a Maduro, foi unânime. No entanto, é à Assembleia Nacional, favorável a Guaidó, que cabe ratificar a decisão.

"Convidou invasão estrangeira"

A principal acusação contra Guaidó foi proferida pelo presidente da Assembleia Constituinte, Diosdado Cabello,que citou ainda ’o incitamento à guerra civil’.

Fontes: Le Monde/DW.de/El País

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project