REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Venezuela: Presidente vacinado com Sputnik-V — "Todos os que residem no país serão vacinados" 08 Mar�o 2021

Sábado, 6, o chefe de Estado venezuelano recebeu a vacina Sputnik V. Foi o próprio a "compartilh[ar]" o momento da vacinação, dele e da sua esposa também deputada, Cília Fores. "[R]ecebemos a primeira dose da Sputnik-V. Com esta vacina imunizámos grande parte do nosso pessoal médico, e preparamo-nos, adicionando outras vacinas para proteger todo o nosso povo", tuìtou.

Venezuela: Presidente vacinado com Sputnik-V —

Na mensagem através do Twitter — acompanhada por um vídeo, em que além dos dois a ser vacinados é possível ver vários profissionais de saúde — Maduro diz: "Usámos 60% das vacinas russas e segunda-feira arrancamos com as chinesas (…) a nível mundial, todos os estudos dizem que a vacina russa é uma vacina de grande poder para gerar imunidade".

Segundo a imprensa venezuelana, a segunda dose da vacina russa é administrada 21 dias depois.

Nicolás Maduro afirmou ainda que "há escassez de vacinas no mundo" e que "quase 40 países estão a usar a vacina russa". Destaca ainda que "a União Europeia está a estudá-la"

"Tenho muita fé na combinação entre as vacinas russa, chinesa e cubana", rematou.

Encomenda de 10 milhões

Em finais de dezembro, o presidente Nicolás Maduro tinha anunciado a chegada de doses suficientes para vacinar 10 milhões de venezuelanos. Expressara ainda a esperança de que até ao fim do primeiro trimestre de 2021 estariam já imunizadas todas as pessoas do primeiro grupo prioritário.

Uma primeira tranche de cem mil doses era esperada em fins de janeiro, mas houve atraso de quase um mês. Primeiro foram vacinados os profisionais de saúde.

A vacina russa, a primeira a chegar à potência petrolífera latino-americana, há um mês, "vai ser", anunciou Maduro, "distribuída grátis a todos os que vivem no nosso país, colombianos, portugueses, italianos, venezuelanos". A referência aos colombianos tem muito de picante: o país vizinho exclui do seu plano de vacinação 900 mil venezuelanos".

Fontes: EFE/El País/outras.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project