ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

XVI Congresso do PAICV: Janira Hopffer Almada anuncia um novo PAICV «tendera ca ta cai» e um Cabo Verde para todos 03 Fevereiro 2020

«Juntos com esta nova equipa (Conselho Nacional e Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização) e todos os militantes vamos construir as próximas vitórias do PAICV». Foram com estas palavras que a presidente do PAICV, sob forte ovação dos presentes de mãos dadas, começou, por volta das 18H48 deste Domingo, o seu discurso de encerramento do XVI Congresso, que vinha decorrendo desde sexta-feira,31 de Janeiro, no Palácio da Assembleia Nacional, na Praia. Janira anuncia que a magna assembleia, que teve como lema «Cabo Verde: A nossa escolha», permitiu projetar um novo « PAICV tendera ca ta cai» (que resiste e não cai), moderno e adaptado aos novos desafios e « um Cabo Verde para todos» – com crescimento e inclusão social.

XVI Congresso do PAICV: Janira Hopffer Almada anuncia um novo PAICV «tendera ca ta cai» e um Cabo Verde para todos

Dirigindo-se a uma plateia eufórica, a líder do maior partido da oposição fez questão de destacar duas figuras de proa do partido, que assistiram todos os trabalhos da magna reunião: Pedro Pires, ex-líder do PAICV e Presidente da República, e José Maria Neves, antigo Primeiro-ministro de 2011 a 2016, que foi também presidente da principal formação da Esquerda Democrática em Cabo Verde. Além dos combatentes da liberdade da Pátria, saudou ainda os antigos dirigentes pela contribuição que deram no partido e no desenvolvimento de Cabo Verde, representantes dos partidos políticos nacionais presentes no ato (MpD, UCID, PP) e delegações de partidos amigos estrangeiros, com destaque para o secretário-geral da Internacional Socialista, Luís Ayala.

Janira salientou que, durante os três dias de trabalho, os cerca de 400 congressistas e cem convidados debateram a Moção de Estratégia e de orientação política nacional, aprovaram o hino do partido da autoria do músico e escritor Kaká Barbosa e renovaram as estruturas com a eleição dos órgãos nacionais(ver este jornal). Considerou que tudo isto permitiu projectar que PAICV e Cabo Verde se quer para o futuro.

Novo PAICV e Cabo Verde à medida da ambição de Cabral e dos cabo-verdianos

Na sua comunicação, JHA realçou que o Congresso permitiu ainda chegar a consensos principais. Um deles tem a ver com o novo PAICV à altura das expectativas dos cabo-verdianos. «Um PAICV cada vez mais do povo e para o povo, com propostas, tendo Cabo Verde em primeiro lugar. Um PAICV «tendera ca ta cai», como contou o conjunto Bulimundo no crioulo de Santiago, moderno e adaptado aos novos desafios e « um Cabo Verde para todos» – com crescimento e inclusão social.

Janira Hopffer Almada asseverou que o partido, que está a crescer, saiu do congresso unido em torno de princípios e causas, que é servir Cabo Verde. «Estamos unidos em torno de causas, que é ter Cabo Verde e interesses do povo em primeiro lugar», destacou, anunciado que agora o desafio maior é resgatar Cabo Verde – pediu a todos para começarem esse tralho de transformar o PAICV numa alternativa credível à governação do MpD, a partir desta segunda-feira.

A pensar nisso, defendeu um Cabo Verde moderno com crescimento e inclusão social: um Cabo Verde em que as famílias pobres podem conseguir três refeições por dia, um Cabo Verde que ninguém morre por falta de dinheiro para fazer consulta ou comprar medicamentos, um Cabo Verde em que os camponeses e criadores de gado tenham água para prática de agricultura e criação de animais, um Cabo Verde em que ninguém fique retida no porto ou no aeroporto por falta de barco ou aviação para realizar a sua viagem.

A líder do PAICV defendeu ainda que quer um Cabo Verde com habitação social para famílias pobres, com políticas públicas para combater desequilíbrios sociais e garantir assim a paz e a segurança aos cidadãos. Isto sem contar com um país que aposta na pesca, nos sectores de transporte e turismo, bem como na valorização do conhecimento e da experiência da nossa Diáspora.

«Queremos um Cabo Verde à medida da ambição de Amílcar Cabral. Sonhamos alto e vamos trabalhar muito para estar à altura das expectativas dos cabo-verdianos, que estão a dar sinal de que esperam muito do PAICV neste momento», conclui Janira Hopffer Almada, que foi fortemente aplaudida, depois da apresentação dos novos membros do Conselho Nacional e da Comissão Nacional da Fiscalização e Jurisdição (ver este jornal), com palmas e gritos, no final da sua comunicação durante o encerramento, neste Domingo, do XVI Congresso do seu partido.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project