LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Banqueiro fugitivo João Rendeiro encontrado morto na prisão em Durban — Deixa c.40-milhões-de-euros-de-dívidas- 14 Maio 2022

O antigo presidente do BPP, de 69 anos, detido na África do Sul — a aguardar extradição para Portugal — foi encontrado morto na sua cela da cadeia de Durban, nesta manhã de sexta-feira.

Banqueiro fugitivo João Rendeiro encontrado morto na prisão em Durban — Deixa c.40-milhões-de-euros-de-dívidas-

Segundo as autoridades sul-africanas o ex-presidente e fundador do BPP tinha de comparecer esta sexta-feira em tribunal. "O prisioneiro foi encontrado morto na sua cela". Tinha de voltar ao tribunal de Verulam poucas horas depois, a fim de ser informado das medidas que tinham de ser tomadas para a sua defesa depois da advogada ter desistido de o representar.

Há cinco meses que João Rendeiro se encontrava na cadeia de alta segurança Westville em Durban, após a justiça portuguesa emitir, em setembro, um alerta Interpol.

As autoridades sul-africanas tinham respondido assim ao mandado de captura do banqueiro fugitivo João Manuel de Oliveira Rendeiro envolvido numa fraude de 31 milhões de euros.

Investigação à causa da morte

O DCS, o serviço dos assuntos prisionais, deu de imediato ordem para a investigação, por forma a dereminar a causa e as circunstâncias que provocaram esta morte", disse o porta-voz Singabakho Nxumalo citado pela fonte.

Também a porta-voz do PGR (NPA), Natasha Ramkisson-Kara, informou que a audiência sobre a extradição estava marcada para a próxima semana, dia 20.

"Em determinado momento desta semana, a PGR recebeu uma notificação da advogada de Rendeiro a informar que ia deixar de ser o seu representante legal".

A mesma advogada, June Marks, é citada pelo site Algarve Resident como tendo avançado que "o João Rendeiro foi encontrado enforcado na sua cela" da prisão de Westville onde "partilhava com mais 50 detentos um espaço de 25 m2".

A advogada destacou, ainda, que foi em vão que tentou a transferência do detido para outra prisão e que João rendeiro chegou a dirigir em janeiro uma carta ao secretário-geral da ONU, António Guterres, sobre as condições infra-humanas da sua detenção (Guterres sem reagir à carta de Rendeiro a denunciar violação dos DH na cadeia, 30.jan.022).

Fontes: https://www.timeslive.co.za/news/south-africa/2022-05-13-fugitive-portuguese-banker-dies-in-durban-prison/... Relacionado: Portugal-Rendeiro: Justiça apreende património para ressarcir lesados do BPP — Só ficou o "impenhorável", 07.fev.022; Ex-banqueiro em fuga detido na África do Sul — Esposa interrogada após detenção indicou endereço, 11.dez.021; Portugal: Banqueiro do BPP de Rendeiro entrega-se à prisão, 28.abr.022.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs