Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Boa Vista/Entrevista: Walter Évora propõe a diversificação da economia para gerar empregos 13 Abril 2021

O cabeça-de-lista do PAICV pelo círculo eleitoral da Boa Vista anuncia que o seu partido estabelece como prioridade das prioridades vacinar pelo menos 70% da população de Cabo Verde até o mês de outubro. Walter Évora promete, caso o PAICV vença as eleições legislativas de 18 de Abril, investir no sector da educação para levar o ensino superior à ilha, bem como na saúde, com investimentos em especialistas e em equipamentos de diagnósticos, e também na habitação. Além desses compromissos, o líder da lista dos tambarinas pela ilha das Dunas, em entrevista ao Asemananaonline, defende que apostar na diversificação da economia - nos sectores das pescas, da pecuária e da agricultura - é uma forma de gerar empregos e de alavancar a economia local.

Boa Vista/Entrevista: Walter Évora propõe a diversificação da economia para gerar empregos

Asemana - Como está composta a lista do PAICV às legislativas em termos de competência técnica e género?

Walter Évora:- A lista do PAICV pelo círculo eleitoral da Boa Vista é composta por jovens e pessoas que já têm alguma experiência política e parlamentar, com várias competências técnicas.

A nossa lista é composta por mim, Walter Évora, Licenciado em ciências Políticas, por Gilda Ramos, licenciada em Gestão e ilustração, Emileno Tavares, licenciado na área de contabilidade, Deizi da Cruz e Elvis Lima.

Com que nível de linguagem e metodologia de contatos tem estado a fazer a campanha eleitoral?

- A nossa linguagem é simples, direta e com uma mensagem centralizada nas nossas propostas para a ilha da Boa Vista e para Cabo Verde em geral. É um conjunto de compromissos que nós assumimos com a população da ilha e que o tem recebido bem. A metodologia utilizada é essencialmente em contatos porta-a-porta com o eleitorado de Boa Vista.

Principais apostas para relançar o desenvolvimento local

Quais as principais apostas que a plataforma eleitoral do PAICV preconiza para relançar o desenvolvimento da Boa Vista?

- Em primeiro lugar nós pretendemos vacinar 70% da população em Cabo Verde até o mês de outubro deste ano para podermos garantir a imunidade de grupo e aproveitar a época alta do turismo que normalmente se inicia no mês de outubro.

Pretendemos investir fortemente na diversificação da nossa economia, porque nós temos uma economia muito dependente do sector do turismo e a nossa ideia é investir em sectores complementares como a agricultura, a pesca e a pecuária.

Ainda no sector do turismo, a nossa ideia é de diversificar a oferta turística, que está muito dependente do sistema "all-inclusive", para se investir nas pequenas unidades hoteleiras, na restauração, nas empresas de viagem. Portanto, dinamizar todo o sector alternativo.

No sector da educação, o compromisso que já foi assumido é de trazer o ensino superior para a ilha da Boa Vista. Também pretendemos investir na formação-técnica e profissional e construir de raiz uma escola na localidade de Rabil.

Nós pretendemos seguramente concluir as obras do liceu da Boa Vista que foram iniciadas com o Governo do PAICV, mas que não foram terminadas com o atual Governo do MpD.

A nível da saúde, há o compromisso de se investir em especialistas, em equipamentos de diagnósticos, capacitar o Centro de Saúde de Boa Vista para que tenha o nível de um hospital, porque ainda não é um sector que consegue dar segurança a nível do turismo.

Na Habitação, o PAICV tem um programa que prevê um grande investimento na construção de moradias. Estamos a falar de cerca de 830 apartamentos que foram construídas na zona da Boa Vista no quadro do programa “Casa para Todos”. Pretendemos ainda dar continuidade às habitações sociais, não só em Sal-Rei, mas também no interior onde também há carências graves em termos habitacionais. Queremos investir ainda fortemente na reabilitação. Há várias casas que necessitam de reabilitação e que nem sequer têm casas de banho.

Que aspectos importantes da ilha da Boavista devem merecer uma atenção especial na próxima legislatura?

- É importante ter em atenção o sector da saúde, da habitação e investir em outros ramos do turismo e na diversificação da economia.

Principais reivindicações dos boavistenses

Pode enumerar as principais reivindicações dos boa-vistenses neste momento ?

- As principais reivindicações dos boavistenses tem a ver com a situação difícil com que as pessoas estão a passar por conta da pandemia da COVID-19, que em consequência fez com que muitos indivíduos perdessem os seus empregos. A grande maioria está a passar por várias dificuldades e muitos não têm nem o que comer.

Então a principal reivindicação é para que haja apoio e uma política para ajudar as famílias e os jovens que estão desempregados e sem rendimento.

A saúde, a educação também é outro sector que reivindicam. Nos sectores da agricultura e da pecuária há também uma grande reivindicação da população da ilha, sobretudo a do interior.

Para resolver esses problemas, originados com a pandemia, nós pretendemos criar um plano de emergência para a ilha da Boa Vista que inclui a criação de postos de trabalho para as famílias, para os jovens, mas também um plano de apoio alimentar às famílias mais carenciadas, às pessoas com uma idade reduzida que agora estão a passar por sérios problemas.

O que a lista do PAICV pretende fazer para credibilizar a política e reconquistar os eleitores?

- O PAICV faz uma política de verdade. Nós não estamos a assumir nenhum compromisso que nós sabemos que à partida nós não temos condições de cumprir. Nós fazemos uma política de verdade. Estamos a ter uma conversa de olhos nos olhos com a população da Boa Vista.

O que a candidatura do PAICV traz de diferente em comparação com a lista dos outros partidos ?

- A nossa lista concilia a experiência e a juventude. Para além das competências técnicas, a lista do PAICV na Boa Vista é a única lista com dois integrantes com experiência parlamentar e que sabe como as coisas funcionam a nível parlamentar e que já têm um percurso de defesa da Boa Vista.

Meta de mandatos a conquistar

Qual é a meta definida pela sua lista no tocante ao número de mandatos a conquistar?

- A nossa meta é vencer as eleições na ilha da Boa Vista e eleger pelo menos um deputado.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project