ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Descontentamentos auemtam em São Vicente: Estrada de Baía das Gatas vandalizada, Governo ameaça com queixa na PJ 20 Julho 2019

Depois da manifestação de protestos no dia 05 de julho promovida pelo movimento cívico Sokols 2017, surge mais um facto que indiciam clarmente o aumento de descontentamentos por parte da população de S.Vicente em relação ao governo de Ulisses Correia e Silva. É que a ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, assegurou hoje, no Mindelo, que o Governo vai entrar com queixa na Polícia Judiciária contra responsáveis pelo vandalismo registado, na sexta-feira, na estrada que liga cidade do Mindelo à vila turística da Baía das Gatas.

Descontentamentos auemtam em São Vicente: Estrada de Baía das Gatas vandalizada, Governo ameaça  com queixa na PJ

Este ato de vandalismo nos trabalhos na melhoria da referida via por descontentes ainda desconhecidos, surge no momento em que uma missão do Governo, chefiada pelo Primeiro-ministro, inicia uma visita á ilha para lançar e inaugurar algumas obras. Como já tinha alertado este jornal, havia sinais de cidadãos de que podiam, depois dos protestos de 05 de julho contra o atual executivo de Ulisses Correia e Silva e a Câmara de Augusto Neves, recorrer a outras formas de luta contra as políticas públicas para a ilha, nomeadamente vaias a membros do governo e outros dirigentes do estado e do município.

Ou seja, como aconselhou o Presidente da República, o governo precisa de ouvir e dialogar, sem arrogância, com as organizações representativas de S.Vicente, principalmente com a liderança de Sokols 2017, que tem promovido grandes manifestações de protestos - a última deste mês contou com mais de 15 mil pessoas.

Para analistas locais, o incidente registado na estrada da Baía das Gatas não surgiu por acaso - representa mais uma forma de se exprimir desconcertantes face às politicas de centralização e isolamento de S.Vicente.

Referindo-se sobre este particular, a ministra das Infra-estruturas e Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, assegurou hoje, no Mindelo, que o Governo vai entrar com queixa na Polícia Judiciária contra responsáveis pelo vandalismo registado na estrada de cidade do Mindelo-Baía das Gatas, que se encontra pronta para ser inaugurada ainda na tarde de hoje foi vandalizada na noite de sexta-feira com pinturas no asfalto.

Uma situação que o Governo, segundo a ministra denunciou em conferência de imprensa citada pela Inforpress, “só tem a lamentar”, já que há “milhares de contos” investidos ali e também por ser uma reivindicação antiga dos mindelenses.

“Nós vamos reparar, esperando que isto não venha a acontecer mais, mas a nossa missão é continuar a trabalhar mais, temos outras frentes de trabalho para fazer”, garantiu esta governante, adiantando que a queixa vai fazer feita pela empresa pública Estradas de Cabo Verde que tem a responsabilidade da infra-estrutura e que vai denunciar o caso à Polícia Judiciária.

O Governo, segundo a fonte referida, já tem ideia dos estragos, que são basicamente pinturas ao longo das faixas de rodagem e que podem ser reparadas com outras pinturas ou repondo o asfalto, mas, conforme Eunice Silva pretende fazer a reparação com pinturas.

Requalificação da estrada da Baía

Entretanto, a estrada Mindelo-Baía das Gatas, cujas obras de requalificação e asfaltagem arrancaram em finais de 2018, e foram asfaltados 11 quilómetros – mais três quilómetros do acesso à Salamansa, num investimento de mais de 300 mil contos.

A estrada em betão betuminoso inclui passagens hidráulicas, valetas, murros, passeios, drenagens e saneamento e ainda correções pontuais do traçado e perfil longitudinal.

Segundo a Inforpress, o acto de inauguração vai ser presidido pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que estará acompanhado pela ministra Eunice Silva.

Sokols condena vandalismo na estrada da Baía das Gatas

Em declarações à Noticias do Norte, o líder do Sokols 2017 disse que condena os actos de vandalismo registado na estrada que liga Baía das Gatas / Mindelo.Salvador Mascarenhas, admite que “o escrito ‘autonomia’, que está numa das paredes, pode ter sido feito por algum membro do nosso movimento”. Acrescenta: “Nós não podemos controlar os nossos membros e nem os policiamos. Tanto que o Sokols tem incentivado os mindelenses a escreverem nas suas casas a palavra Autonomia”.

Em relação às pichagens no asfalto, considera que “são disparatadas, sem conteúdo e podem ter sido feitas por alguém que quer associar o Sokols a esse acto, que nós repudiamos”. Salavador Mascarenhas conclui, condenando tal prática. “Condenamos esse tipo de acção e eu como membro do Sokols demarco-me dessas atitudes”, faz questão de realçar o líder do Sokols 2017.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project