INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Desnuclearização coreana: Kim e Moon assinam 1º Pacto de Paz – Trump ainda sem compromisso 19 Setembro 2018

Já assinaram! Os presidentes Kim Jong-Un e Moon Jae-In, em Pyongyang esta quarta-feira, 19, mostraram ao mundo o facto histórico que é a assinatura do pacto entre o Norte e o Sul para o início da desnuclearização da Península Coreana. Mas falta maior comprometimento da Casa Branca.

Desnuclearização coreana: Kim e Moon assinam 1º Pacto de Paz – Trump ainda sem compromisso

A aposta foi ganha neste terceiro encontro — após os de abril e maio do corrente — entre os dois presidentes que era tido como crucial para a desejada desnuclearização da Península Coreana.

A atuação do presidente sul-coreano é apontada como fator importante para a questão da desnuclearização sair do impasse em que acabara por cair. Nada parecia avançar, após o histórico encontro entre os presidentes norte-americano e norte-coreano em junho na Singapura.

O avanço é grande com esta visita de Estado do presidente do Sul à capital do Norte. É que — depois de retrocessos nas negociações, o mais recente registado na passada segunda-feira, 10 deste mês, com o Departamento de Justiça dos EUA a anunciar ter provas de pirataria a mando da Coreia do Norte — este é "um ponto de partida prometedor" no sentido de selar definitivamente o capítulo ameaçador para a paz mundial.

Um passo importante foi dado na quarta-feira, 12, com o estabelecimento de um ’escritório de ligação’, uma espécie de embaixada comum, em Kaesong, na zona desmilitarizada (DMZ), marca a nova reaproximação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

Trump saúda e vem aí segunda cimeira

O presidente dos Estados Unidos saudou a assinatura do Pacto: "Estamos a fazer grandes progressos com a Coreia do Norte", disse em conferência de imprensa na Casa Branca.

Trump fez questão de salientar o seu próprio papel em afastar uma guerra "inevitável" e criar a atual situação "encorajadora".

Instado a comentar que compromissos vai assumir — tendo em conta o facto de o seu homólogo norte-coreano ter referido que espera um sinal compromissivo dos Estados Unidos antes de a Coreia do Norte dar início ao seu programa de desmantelamento total das instalações nucleares —, Donald Trump referiu que há "um desenvolvimento encorajador", mas escusou-se a referir que ações irá tomar.

O primeiro sinal de avanço no cronograma da desnuclearização foi dado na semana passada com o líder norte-coreano a anunciar o agendamento de uma segunda cimeira com Donald Trump. Pela primeira vez, foi feita referência a “um calendário” que implementará a desnuclearização a fim de a "concluir antes do fim do atual mandato do presidente dos Estados Unidos, em janeiro de 2021".

Fontes: Reuters /AFP/Washington Post. Foto: Kim foi receber Moon ao aeroporto para o levar ao palácio presidencial na capital norte-coreana, Pyongyang.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project