DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Renato Sanches renasce em França: "Estrela da 1ª Liga" 07 Abril 2021

"O médio do Lille é uma das estrelas da 1ª Liga da Europa": é um grande elogio e parece que o maior que Renato Sanches obteve nos últimos tempos. O seu desempenho no primeiro jogo de março para a Taça de França foi destacado na imprensa desportiva, como um dos fatores para a qualificação do LOSC nos oitavos-de-final para a Liga Europa. O apuramento assim conseguido levou ao confronto LOSC-PSG no último sábado, 3, a contar para os quartos-de-final.

Renato Sanches renasce em França:

Na ilha francesa do Mediterrâneo, Renato Sanches, a acreditar no que dele escreveu a imprensa desportiva fez jus ao nome: renato, renascido. Isso foi no primeiro domingo de março, na partida Lille-Gazélec Ajaccio.

Em março, Renato Sanches voltou a brilhar como o Golden Boy de 2016 , ano em que foi o 1º formado por um clube português a obter o título. Recorde-se que o galardão Golden Boy foi criado pelo jornal italiano Tuttosport em 2000, para premiar o melhor jogador com idade abaixo de 21 anos a atuar na Europa.

Mas três domingos depois, os elogios desapareceram, com a derrota do Lille em Paris. Como que a provar que o Renato tem momentos brilhantes, para logo de seguida perder o fôlego.

Sábado, 3, no Parc-des-Princes, Paris, a sorte foi adversa para a equipa do nordeste francês: perdeu por zero(!) a três perante o anfitrião PSG.

Insultos racistas

Em entrevista ao desportivo francês L’Équipe no último domingo de março, o primeiro Golden Boy por Portugal falou também sobre o incidente que levou a FFF-Federação Francesa de Futebol a abrir um inquérito.

Foi durante o jogo na capital da Córsega, em que a vitória (1-3) sorriu ao visitante Lille ante o Gazélec Ajaccio. Com esse resultado, a equipa de Renato Sanches qualificou-se nos oitavos-de-final do campeonato francês.

Mas, como o internacional português e caboverdiano-descendente desabafou nas redes sociais, a vitória foi amargada pela série de insultos racistas proferidos por adeptos durante o jogo no estádio Ange Casanova na capital corsa.

Na sua conta do Instagram, o Golden Boy de 2016 postou fotos do encontro na ilha francesa do Mediterrâneo e legendou, em inglês: "Para todos os comentários racistas, nós continuamos a rir". Acrescentou em francês: "#Renato va ramasser du coton", transcrevendo ipsis verbis um insulto que lhe foi gritado das bancadas, a evocar o tempo da escravatura em que a apanha do algodão era feita por escravos.

Fontes: A Bola/L’Équipe/AFP. Relacionado: Renato Sanches assinou contrato com Lille que pagou valor recorde de 20 ME, 26.ago.019; Renato Sanches testa positivo à Covid-19, 18.jul.020; Renato Sanches: "O que lhe aconteceu serve-me de alerta", diz João Félix, 26.dez.019. Foto: Neymar PSG-Paris St. Germain. Renato LOSC-Lille.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project