INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Salman, príncipe saudita ’renovador’ sob pressão dos EUA, UE, ONU no caso do jornalista Jamal Khashoggi ’desaparecido’ na embaixada em Istambul — Possível homicídio por agentes da Arábia Saudita 11 Outubro 2018

Estados Unidos, União Europeia e Nações Unidas exigiram, esta terça-feira, 9, que o reino saudita participe numa "investigação profunda" ao caso do jornalista Jamal Khashoggi que na terça-feira, 2, entrou e não saiu do consulado saudita em Istambul, enquanto a noiva o esperava fora do edifício. A Turquia anunciou no dia 6 que agentes sauditas entrados no dia 2 no país teriam a missão de assassinar o jornalista que escrevia no ’Washington Post’ críticas acerbas à "renovação de fachada" do príncipe herdeiro do reino saudita.

Salman, príncipe saudita ’renovador’  sob pressão dos EUA, UE, ONU no caso do jornalista Jamal Khashoggi ’desaparecido’ na embaixada em Istambul — Possível homicídio  por agentes da Arábia Saudita

Uma semana depois do desaparecimento de Khashoggi, e três dias após a Turquia acusar a Arábia Saudita, é a vez de, esta terça-feira, 9, os Estados Unidos, a União Europeia e a Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas exigirem que o reino saudita participe numa "investigação profunda" sobre o caso do jornalista que há uma semana entrou no consulado saudita em Istambul e não mais foi visto.

A Turquia tinha anunciado no dia 6 as suspeitas de que agentes sauditas entrados no dia 2 no país teriam a missão de assassinar o jornalista saudita de 59 anos, conhecido internacionalmente como um progressista que desagradava ao regime vigente no seu país. Assinava uma coluna quinzenal no Washington Post.

No domingo, 7, o diário da capital dos Estados Unidos, citando uma fonte próxima da investigação,apontava que o desaparecimento de Khashoggi, jornalista crítico do regime saudita, estava a ser tratado como um caso de homicídio.

A fonte turca dava como certo que uma equipa de 15 agentes sauditas tinham desembarcado em Istambul no mesmo dia em que Khashoggi deixou de ser avistado após ter dado entrada às 13 horas na representação consular do seu país em Istambul.

O jornalista tinha feito uma reserva para tratar de documentos relativos ao seu próximo casamento com uma cidadã turca. A noiva acompanhou-o até à porta e em vão esperou por ele fora do edifício consular.

Os primeiros alertas, dados pela noiva, cujo nome não foi divulgado, e amigos e colegas, referiam "a detenção de Khashoggi no consulado saudita de Istambul". Com o passar dos dias, começam as suspeitas de rapto e por fim de homicídio.

Erdogan exige a Riade provas de que Khashoggi saiu do edifício consular

O presidente turco exigiu, nesta segunda-feira, 8, ao governo saudita que apresente provas de que o jornalista saiu do edifício consular, como têm vindo a afirmar as autoridades consulares.

“Os funcionários do consulado têm de provar o que dizem. Só acreditaremos quando virmos as imagens da videovigilância”, afirmou em Ancara, o presidente turco em conferência citada por vários media internacionais.

O caso está a dividir ainda mais os dois países, pois as autoridades da Turquia não hesitam em apontar o dedo ao regime saudita. As relações turco-sauditas têm estado sob tensão após o apoio do regime de Erdogan ao Qatar.

As autoridades sauditas negam qualquer envolvimento no desaparecimento de Kashoggi. O jornalista, ex-diretor do Arab Channel News, de Riade, autoexilou-se nos Estados Unidos, sentindo-se ameaçado após jornalistas dos órgãos "progressistas" — críticos do regime e com os quais partilhava visões, tendo colaborações conjuntas — terem "sofrido perseguições e "prisões arbitrárias".

Fontes: Washington Post/Reuters/Angelou. Fotos: Grupos têm feito vigílias frente à representação consular saudita em Istambul, desde que no dia 2 Jamal Kashoggi entrou e nunca mais foi visto. Em março, Trump recebeu a visita do "príncipe renovador", Mohammed Salman, o filho e herdeiro do rei Salman. A amizade Trump-Salman é alimentada pelo ódio comum ao Irão.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project