REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Saúde: Colesterol elevado? Entenda as verdadeiras causas, sintomas e cura 14 Novembro 2018

Frequentemente, o colesterol alto não apresenta quaisquer sintomas até ao momento em que provoca o entupimento de uma artéria – as doenças cardiovasculares são responsáveis por 38% das mortes nos homens e 37% nas mulheres, mesmo antes dos 75 anos.

Saúde: Colesterol elevado? Entenda as verdadeiras causas, sintomas e cura

Saúde: Colesterol elevado? Entenda as verdadeiras causas, sintomas e cura

Frequentemente, o colesterol alto não apresenta quaisquer sintomas até ao momento em que provoca o entupimento de uma artéria – as doenças cardiovasculares são responsáveis por 38% das mortes nos homens e 37% nas mulheres, mesmo antes dos 75 anos.

Muitos indivíduos desconhecem de todo que sofrem de colesterol elevado, daí a condição ser apelidada de ‘assassino silencioso’ pela comunidade médica, alerta NM, citando peritos em matéria de saúde.

“O colesterol elevado não apresenta sintomas”, explica o médico cardiologista britânico Dermot Neely em declarações ao Mirror Online.

“O único sintoma real é o bloqueamento das artérias, que por sua vez provoca a ocorrência de enfartes ou de ataques cardíacos. Nos casos mais severos, os depósitos do colesterol podem alojar-se nos tendões ou em redor da parte mais clara do olho, porém os médicos raramente são capazes de notar esses sinais durante um exame de rotina”.

O que é?

Nem todo o colesterol é mau. “Todos temos colesterol no sangue, e precisamos dele para funcionarmos como seres humanos saudáveis”, explica Neely.

“Trata-se de uma substância gorda transportada pelo sangue e associada a proteínas denominadas de lipoproteínas, sendo sobretudo produzida pelo fígado, e apenas 5% é proveniente dos alimentos. O organismo necessita do colesterol para produzir hormonas, vitamina D e para reparar as células”.

“Existem duas formas de colesterol, o bom HDL e o mau LDL”.

“ O LDL transporta o colesterol para as células que necessitam, mas quando é produzido em demasia pode acumular-se no revestimento das artérias, entupindo-as”, alerta o especialista.

Quais são os fatores de risco? Neely sublinha que deve ter em atenção três elementos, nomeadamente: o consumo excessivo de gordura, o tabaco e a obesidade.

O colesterol elevado frequentemente afeta os homens por volta dos 50 anos e as mulheres na casa dos 60 anos, após a menopausa.

Como tratar o colesterol alto

Se foi diagnosticado com colesterol elevado, a melhor forma de tentar reduzir os níveis consiste em optar por ingerir uma alimentação saudável e praticar exercício físico regularmente.

Neely recomenda que limite a ingestão de alimentos ricos em gordura saturada, tais como manteiga, banha, bolos, biscoitos, carnes vermelhas e queijo. E que ao invés opte por outros alimentos com alto teor de gorduras insaturadas e que incluem frutos secos, peixes gordos, abacate ou sementes de abóbora.

Deve igualmente praticar cerca de 150 minutos de exercício físico cardiovascular moderado por semana, de modo a suar e elevar o batimento cardíaco, refere a mesma fonte citado pelo NM.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project